Marty Friedman
Foto via Wikimedia Commons
 

Marty Friedman, ex-guitarrista do Megadeth, aproveitou o tempo de quarentena para listar as 10 coisas mais irritantes na vida de um músico em turnê ou no estúdio.

Ele o fez no seu Facebook, e por lá elegeu como a pior situação possível quando um roadie/técnico de guitarra entrega um instrumento desafinado ao músico no meio de um show, ainda ressaltando que felizmente “isso não acontece muito”.

Vale lembrar que Marty esteve no Megadeth entre 1990 e 2000, participando de discos icônicos como o Rust in Peace (1990) e o Countdown to Extinction (1992). Ele surgiu antes disso no Cacophony e ficou conhecido por sua extrema técnica, o que o levou a ser recrutado por Dave Mustaine.

Desde sua saída, ele segue carreira solo e abraça outros projetos. Seu último disco de inéditas foi Wall of Sound, lançado em 2017.

Você confere a lista de Friedman pela publicação abaixo e a tradução de tudo na íntegra a seguir!

Marty Friedman e as 10 coisas mais irritantes para músicos

Since everyone has off days, and even some of the most seasoned pros in the business drop the ball sometimes, I thought…

Posted by Marty Friedman on Wednesday, July 29, 2020

Já que todo mundo tem dias ruins, e até alguns dos melhores profissionais da indústria deixam a peteca cair de vez em quando, eu pensei que seria divertido listar as 10 coisas mais irritantes que acontecem em gravações e tocando ao vivo. Eu tenho certeza que muitos de vocês vão se identificar! Vamos nessa!

10. Você trabalha com um engenheiro pela primeira vez (não se aplica a conhecidos de longa data) e enquanto gravam, ele fala sobre QUALQUER COISA QUE SEJA que não é diretamente relacionada ao que está sendo gravado no momento.

9. Você termina um show, você acha que tocou melhor do que o normal, foi uma noite rara de milagres, mas depois do show várias pessoas reclamam pra você que o cara do som deixou seu volume muito baixo na mix.

8. Você está fazendo um evento casual como um workshop de guitarra ou um meet and greet, e alguém acha que uma luz strobo é apropriada.

7. Pior ainda, uma máquina de fumaça

6. O cara do monitor detona seus monitores auriculares com um som tão alto que você tenta arrancá-los da sua cabeça para então perceber que você não pode porque eles estão muito bem moldados às suas orelhas.

5. O engenheiro não está gravando quando você faz aquele take longo, ‘mágico’ que foi tão inspirado com tantas ideias que você nunca voltará a ter novamente. (Na verdade isso acontecia TANTO nos dias analógicos que eu eventualmente desenvolvi a habilidade de re-tocar tudo que eu havia tocado até um bom ponto. Ainda é EXTREMAMENTE IRRITANTE)

4. Você está fazendo algum tipo de show/evento de uma noite só sem a sua própria equipe/técnicos. Você faz uma grande passagem de som, completa com a equipe te seguindo com os iPads salvando as configurações. Você deixa tudo perfeito, fala para o cara da mesa de som não tocar em NADA antes do show. Ele balança a cabeça concordando, e te dá um joinha. A hora do show chega e todo som possível está drasticamente diferente.

3. Quando você está puto consigo mesmo por não estar preparado o suficiente para uma sessão de gravação (ou mesmo um ensaio ao vivo) e você tem que sentar ali trabalhando em uma parte complicada na frente de todo mundo, igual um idiota, enquanto o relógio bate…

2. Você está gravando uma linha que requer vários takes e atenção para uma única parte. O engenheiro toca essa parte de um pedaço diferente TODA. VEZ. Essa é de matar, e para ser sincero eu só vi assistentes de engenheiros fazendo isso. Acontece mais do que você imaginaria, e em ótimos estúdios inclusive. Eu não ficaria surpreso ver alguns caras ficando violentamente com raiva disso, uma vez que é inacreditavelmente irritante quando você está tentando se concentrar.

E FINALMENTE a coisa #1 mais irritante que acontece no mundo de gravações/shows ao vivo—-

1. QUALQUER HORA, QUALQUER LUGAR e QUALQUER SITUAÇÃO que seu técnico de guitarra te dá uma guitarra desafinada. Isso parece trivial, mas acredite em mim, não é. Felizmente isso não acontece muito, mas quando você está trabalhando — e às vezes em situações de alta pressão — e alguém te dá um instrumento de trabalho com defeito, pode virar o inferno.

Eu vejo vocês balançando as cabeças por aí… mais alguma coisa para adicionar?! Qual desses foi o mais horrendo?! Fiquem bem!

 

 
 
Compartilhar