John Legend em 2016
Foto de John Legend via Shutterstock
 

John Legend, autor do hit romântico “All of Me”, deixou bem claro em uma nova entrevista que nem sempre conseguiu se manter apropriadamente em um relacionamento monogâmico.

Em conversa com o ator Dax Shepard para seu podcast (via Blitz), John admitiu ser um “traidor em série” e contou de como o início do relacionamento com sua atual esposa, Chrissy Teigen, também começou com um certo desprendimento pela monogamia:

Já falamos sobre isso antes, mas fizemos sexo na primeira noite. Naquela altura, estávamos ambos saindo com outras pessoas. Foi algo mais solto no início, mas nos apaixonamos não muito depois disso.

O que aconteceu comigo foi que eu era mais novo do que todos que andavam comigo no ensino médio e na faculdade, então eu não conquistava muitas mulheres. […] Adorei quando comecei a ter esse tipo de atenção. Eu não definia muito bem as minhas relações e assim, tecnicamente, era como se eu não traísse — mas o fazia. Era desonesto e egoísta. […] Eventualmente, você percebe que é mais feliz se for honesto. Você é mais feliz se for fiel e se estiver realmente apaixonado por outra pessoa.

E essa pessoa, eu eventualmente percebi, era a Chrissy. Decidi que não estaria com mais ninguém.

O músico ainda finalizou brincando que seria “o fim de sua carreira” se ele eventualmente fizesse algo de ruim a Chrissy, já que ela “tem 12 milhões de seguidores no Twitter”. Estamos de olho!

John Legend

Vale lembrar que “All of Me” foi justamente escrita em homenagem à modelo, com quem ele noivou em 2011 e oficializou a união em 2013, mesmo ano em que foi lançado o disco Love in the Future que contém a faixa.

A canção foi inclusive nomeada ao Grammy de Melhor Performance Pop Solo em 2015, depois que ele a apresentou no projeto City ThankYou, o que de fato nos dá a entender que a música ainda tem muito significado para ele. Ela foi escrita em parceria com Toby Gad.

 
 
Compartilhar