Eric Clapton no Rio de Janeiro, 2012
Foto de Eric Clapton no Brasil via Shutterstock
 

Muita gente é verdadeiramente apaixonada pelos seus instrumentos musicais. Mas quantos estariam realmente dispostos a arriscar a própria vida para salvá-los? Eric Clapton não hesitou quando teve de fazer isso.

Há quase exatos 24 anos, em 25 de Maio de 1996, o lendário guitarrista chegou à sua residência em Londres e se deparou com um incêndio enorme. A resposta de Clapton foi rápida: logo após avisar as autoridades, ele correu para dentro da casa com o objetivo de salvar suas guitarras.

À época, ele falou aos jornalistas (via Ultimate Classic Rock):

Eu descobri sobre o incêndio quando cheguei depois de passar um dia fora, abri a porta da frente e um monte de fumaça apareceu. A primeira coisa que eu fiz foi pegar as minhas guitarras. Nenhuma delas sofreu danos.

Eric Clapton e o “terrível” incêndio

Eventualmente, foi descoberto que se tratava de um incêndio causado por um problema na ligação elétrica da casa. Ele descreveu o evento como algo “terrível, muito terrível”, mas somente o andar de cima de sua moradia foi afetado e o músico saiu ileso da situação.

O dano em patrimônios ficou estimado em cerca de três milhões de dólares — mas definitivamente nem se compara ao que teria sido, financeiramente e emocionalmente, caso os instrumentos tivessem ficado presos por lá. Que bom que tivemos um final “feliz”!

 
 
Compartilhar