Mariana Volker
Foto: Júlia Assis
   

Vivendo um momento muito frutífero após Órbita, disco lançado no ano passado, Mariana Volker tem divulgado mais novidades. Após o single “Me Da Me Dê“, a cantora lançou uma versão voz-e-piano da canção “GIGANTESCA“.

A faixa já tinha sido lançada no ano passado, antes mesmo do lançamento do disco. No entanto, ficou por fora da tracklist, mesmo sendo um dos pontos altos de seus shows. Nesta delicada versão, a voz de Mariana ressoa sobre a base de piano, permitindo destaque a versos como “Talvez uma mulher ou uma dinamite a beira de explodir” e “Vou me espalhar por toda superfície que eu puder”.

Confira a versão abaixo, e compare com a original:

 

Troá

Troá
Foto: Gabriel Castilho

Quem também traz novidades em tempos de coronavírus é o duo Troá, formado por Carolina Mathias e Manuella Terra.

Após o lançamento do disco de estreia Eu Não Morreria Sem Dizer (2019), a banda lança sua primeira canção inédita. Intitulada “Bicho“, a faixa é um marco na história da banda, por ser a primeira gravação composta apenas por baixo, bateria e voz. A gravação foi feita ao vivo durante uma session no Estúdio Rock Pense!.

O mais interessante na gravação é notar o potencial que a “cozinha” tem em entregar uma faixa completíssima, sem a necessidade de “enfeites” com guitarras e sintetizadores. É uma música, por assim dizer, crua, mas ao mesmo tempo completíssima e cheia de camadas.

Tire suas conclusões no player abaixo:

 

Nathi

Nathi
Foto: M. Cameron Crew

Nathi é uma incrível artista que nasceu em São Paulo e atualmente vive em Los Angeles para se dedicar aos estudos de música. Recentemente, ela lançou a faixa “Do You Love Me“, onde versa tanto em inglês quanto em português.

E, apesar de não estar no Brasil, a canção é lotada de referências nacionais. Muito disso se deve à parceria com o produtor Zé Nigro, que já trabalhou com nomes como Russo Passapusso e Curumin. Ao pop da versão original composta por Nathi, foram adicionados elementos como a guitarra elétrica de Saulo Duarte e as percussões energéticas de Maurício Bade.

Sobre a faixa, a cantora diz:

É uma canção muito experimental para mim como artista. Eu realmente queria dar mais visibilidade para minhas raízes brasileiras e Zé conseguiu extrair isso de mim e da música. A batida e o fato de cantar também em minha língua nativa foram essenciais para expressar minha brasilidade, ao mesmo tempo em que permaneço fiel ao meu amor pelo povo norte-americano.

Para saber mais sobre a carreira de Nathi, confira nossa entrevista exclusiva com ela.

 

Gabi Doti

Gabi Doti
Foto: João P. Teles

Uma refinada produção, reinvenção e apelo pop são características do mais novo trabalho da cantora e compositora Gabi Doti. Intitulado Outra Razão, o disco é o seu primeiro em 6 anos.

O disco foi gravado em Los Angeles e teve produção de Moogie Canazio, que já trabalhou com nomes como João Gilberto, Caetano Veloso, Rita Lee, Xuxa e Sandy & Junior. A banda que acompanhou Gabi nesse processo também merece destaque, aliás conta com Sean Hurley (baixista de John Mayer), Jamie Wollam (baterista do Tears for Fears) e Tim Pearce (ex-guitarrista de Michael Jackson).

Confira abaixo o disco na íntegra, e repare no viciante flerte entre samba, funk e jazz:

 

Luiza Dam

Luiza Dam e Micael
Foto: Divulgação

No ano passado, a cantora maranhense Luiza Dam lançou a faixa “Pela Metade“, uma parceria com Micael. Aproveitando este ótimo fruto, ela resolveu lançar um remix da canção, que ganhou a ambientação típica de uma balada animada. A versão foi remixada pelo DJ AKIMOTO, e ganhou até um lyric video oficial.

Desta forma, a letra alcançou um novo território e uma nova ambientação, o que permite novas interpretações. Os versos cantados por Luiza e Micael transmitem os encontros e desencontros de um casal moderno e conectado. “Às vezes eu esqueço que a gente acabou e que esse fim não é um recomeço”, diz uma das passagens da canção.

Confira o lyric video abaixo: