Spotify
Foto de celular com Spotify e disco de vinil via Shutterstock

Com escolas fechadas em grande parte do mundo, os pais enfrentam a saga além do home office: manter os próprios filhos entretidos e dispostos a aprender algo. Devido à quarentena, alguns também recorrem ao streaming.

Com isso, o Spotify tem sido uma das principais a serem consumidas. Seja para ouvir músicas tranquilas ou histórias de suspense na aba de podcast, pais têm usufruído da plataforma de forma intensa, inclusive os brasileiros.

Em uma pesquisa feita pelo próprio Spotify, foram estudados músicas e podcasts transmitidos em todo o mundo durante a semana de 17 a 23 de março, no qual aconteceu o período mais firme da quarentena.

Os adultos têm “apelado” para tudo, desde canções de ninar para ajudar seus filhos a dormir até podcasts que despertam curiosidade. Além do hub de Crianças e família que aparece no aplicativo, o consumo de playlists relacionadas ao descanso, como Baby Sleep Music Box Lullabiesfizeram muito sucesso nesse período.

No Brasil, as playlists MPB para crianças, Nana Nenê e Disney Favorites foram as que mais predominaram. Com isso, o Spotify também registrou um aumento expressivo no consumo de trilhas sonoras como High School Musical e Frozen 2.

E mesmo que “sons para dormir” são prioridade de escolha, as família continuam aproveitando tempos vagos com música. Crianças na faixa etária de 8 a 12 anos têm buscado músicas pop recentes, como “Old Town Road”, “Señorita” e “Dance Monkey”, sendo as mais tocadas na plataforma.

Além das músicas, os podcasts também são bastante procurados. No Brasil, os destaques são focados em histórias para crianças, como o Imagina Só, Coisa de Criança e Era Uma Vez Um Podcast.