Rage Against The Machine em 2020
Foto: RATM.com
 

É, não foram só os fãs do Rage Against the Machine que ficaram tristes com o cancelamento da turnê devido ao coronavírus.

Ontem, 26 de Março, deveria ter acontecido o primeiro show dessa reunião do RATM. A cidade de El Paso, infelizmente, não teve essa honra já que o surto da COVID-19 segue sendo um problema e a banda já havia anunciado que todos os shows até 20 de Maio estão suspensos.

Apesar disso, o baterista Brad Wilk não se esqueceu da ocasião e usou seu Instagram para deixar um recado. Pedindo para que todos “fiquem seguros”, ele deixou ao menos uma mensagem otimista ao dizer que espera “ver todos vocês em breve”, o que pode indicar que as datas serão de fato remarcadas.

Wilk escreveu:

Hoje deveria ser o nosso primeiro show em 9 anos. Todo mundo, fiquem seguros. Espero ver todos vocês em breve.

Você pode ver a postagem original logo a seguir.

Turnê cancelada do Rage Against the Machine

Os shows cancelados são, além de El Paso, nas cidades de Las Cruces, Glendale, Indio (no festival Coachella), Oakland, Portland, Tacoma, Vancouver, Edmonton, Calgary, Winnipeg, Sioux Falls, Minneapolis, Kansas City, St. Louis e Chicago.

Neste momento, o primeiro show do RATM passa a ser no festival Boston Calling, em 23 de Maio. As outras datas que seguem de pé passam pelas cidades americanas de Dover (festival Firefly), East Troy, Detroit, Ottawa (no Ottawa Bluesfest), Quebec City (no Festival d’Été de Québec), Hamilton, Toronto, Buffalo, Cleveland, Pittsburgh, Raleigh, Washington DC, Camden e Nova York (todos os cinco shows).

A parte europeia da turnê também está confirmada por enquanto. Shows ocorrem nos festivais de Reading Leeds, no Rock en Seine (Paris), Electric Picnic (Irlanda) e Lollapalooza Berlim e nas cidades de Praga, Cracóvia e Viena. Todas as datas e ingressos estão disponíveis aqui.

LEIA TAMBÉM: Tom Morello diz que Bolsonaro é “maluco” e mundo comandado pelas “piores pessoas”