Rage Against The Machine em 2020
Foto: RATM.com
 

Uma das piores notícias de coronavírus dentro do entretenimento chegou agora. O Rage Against the Machine não teve escolha e precisou adiar o início da extensa e aguardada turnê de reunião.

Felizmente, várias das datas ainda estão de pé — o que significa que existe boa chance da turnê ainda acontecer e as datas momentaneamente canceladas serem de fato remarcadas em um futuro próximo. O comunicado oficial da banda (via CoS) ecoa este sentimento:

Devido à atual crise e ao banimento de aglomerações em massa nós estamos adiando a primeira parte da nossa turnê (26 de Março—20 de Maio) com o Run the Jewels. A segurança e saúde daqueles que vão aos nossos shows é da maior importância para nós. Todos os ingressos previamente comprados serão honrados nas novas marcações dos shows. Até o momento, a turnê de Julho e Agosto ainda estão de pé. Voltaremos a falar em breve sobre datas remarcadas.

Veja o comunicado original no Instagram da banda a seguir.

Rage Against the Machine – parte da turnê adiada

Os shows cancelados são, além do Coachella, nas cidades de El Paso, Las Cruces, Glendale, Oakland, Portland, Tacoma, Vancouver, Edmonton, Calgary, Winnipeg, Sioux Falls, Minneapolis, Kansas City, St. Louis e Chicago.

Neste momento, o primeiro show do RATM seria no festival Boston Calling, em 23 de Maio. As outras datas que seguem de pé passam pelas cidades americanas de Dover (festival Firefly), East Troy, Detroit, Ottawa (no Ottawa Bluesfest), Quebec City (no Festival d’Été de Québec), Hamilton, Toronto, Buffalo, Cleveland, Pittsburgh, Raleigh, Washington DC, Camden e Nova York (todos os cinco shows).

A parte europeia da turnê também está confirmada por enquanto. Shows ocorrem nos festivais de Reading Leeds, no Rock en Seine (Paris), Electric Picnic (Irlanda) e Lollapalooza Berlim e nas cidades de Praga, Cracóvia e Viena. Todas as datas e ingressos estão disponíveis aqui.