Treta Paulo Ricardo e Paulo Pagni RPM
Foto: Reprodução/Facebook

A história da “não-morte” de Paulo Pagni, baterista do RPM, continua dando o que falar. Agora, Paulo Ricardo é alvo de um relato pra lá de ressentido da banda.

Como te contamos por aqui, o grupo voltou atrás após anunciar a morte do baterista, um engano do médico que está cuidando de P.A. O músico continua em estado grave no hospital. Horas antes do anúncio, porém, o ex-vocalista Paulo Ricardo fez uma postagem onde expôs o problema de saúde de Pagni, assim como convidou fãs da banda a visitá-lo.

Em um texto postado pela assessoria do grupo na página oficial, os membros detonam Paulo Ricardo pela atitude, o chamando de “desleal e oportunista”. O relato afirma que o músico nunca procurou saber sobre o estado de P.A. antes das publicações.

Ainda no texto, o agente Airton Valadão Jr. condenou o convite do cantor para que os fãs visitem o baterista. Segundo a postagem, Paulo Pagni está inconsciente há dias e suas visitas são restritas “à uma ou duas pessoas”.

O relato também fala sobre o erro do médico, o descrevendo como “de confiança” e afirmando: “apenas errou porque é humano, estava estafado por causa de sua atividade desgastante e só queria colaborar, como sempre o fez.”

Leia o texto na íntegra abaixo.

Carta do RPM a Paulo Ricardo

"CINISMO E OPORTUNISMO" Cabe à mim, agente oficial do RPM, esclarecer alguns absurdos que tenho presenciado,…

Posted by RPM on Monday, June 3, 2019

“CINISMO E OPORTUNISMO”

Cabe à mim, agente oficial do RPM, esclarecer alguns absurdos que tenho presenciado, situações que me enojam mas não me surpreendem pq conheço bem o lado de quem de maneira desleal e oportunista tenta tirar algum proveito, não sei se por peso na consciência ou para trazer um pouco de atenção para si, mesmo que de maneira, digamos educadamente incorreta.

Deluqui, Schiavon e Dioy vem prestando apoio irrestrito ao P.A desde que em Março de 2017, quando “pela enésima vez”, o músico Paulo Ricardo decidiu sair da banda para seguir sua carreira de cantor pop/romântico.

Nunca mais se viram, nunca mais se falaram desde então. Pelo contrário, embates jurídicos ocorreram e P.A e PR sempre em lados opostos.

Estou com o RPM há quase 7 meses e desde o meu primeiro dia com eles, inclusive o P.A , vejo os quatro unidos. P.A sempre sendo amparado de todas as formas possíveis e eu não preciso aqui colocar detalhes de como isso ocorre pq seria expor o baterista do RPM à algo que ele sempre evitou, mas nunca reclamando e nunca nos deixando na mão de maneira egoísta, pois em alguns shows que aconteceram ele não participou e o motivo sempre foi um só, sua saúde, apenas isso.

Dia 27 de Abril que passou realizamos o último show que ele, P.A , sentia-se seguro de sua condição. Aconteceu em São Bernardo do Campo, show devidamente registrado, casa cheia, todos felizes. De lá para cá ele procurou pelo trio aqui (Deluqui, Schiavon e Dioy) e pediu ajuda para cuidar da saúde.

O que eu vi aqui foi uma movimentação que poucas vezes vi em uma banda de rock, e posso falar com bastante propriedade pois trabalhei e trabalho com várias há pelo menos 31 anos. Nada faltou ao P.A até agora, absolutamente nada. Todos os recursos foram destinados, ele estava numa clínica particular, se cuidando e bem, e infelizmente teve uma recaída de saúde que obrigou este estabelecimento médico particular que o atendia a leva-lo às pressas ao Hospital São Camilo, em Salto, tudo isso monitorado pelo Dr. Alex Muller, pessoa a qual temos muita gratidão pelo acompanhamento pessoal que deu, recomendando à colegas do Hospital todo o quadro grave que o P.A tinha e dia a dia nos posicionando de tudo.

Seus animais vem sendo cuidados e bem alimentados. Semana passada me peguei falando com o Schiavon ao telefone, retornando de uma viagem para Araçariguama (SP), onde foi resolver várias situações pessoais do P.A e ainda verificar o estado dos seus cães, uma recomendação sempre forte do P.A para eles. O mesmo tinha levado vários sacos de ração e recomendado a um cuidador contratado para que mantivesse-se firme lá pq em breve o P.A retornará.

Amigos são para isso: para fazer as coisas, para participar dando a cara para bater. Agora em meio à tantas coisas, lógico, erros podem acontecer.

Voltando ao Dr. Alex Muller (outra alma boa muito envolvida na recuperação do P.A), ontem, domingo (dia 02.06.2019), infelizmente ele cometeu um erro e logo pela manhã, influenciado pelo fato da saúde do nosso amigo ter se agravado em demasia naqueles últimas horas, seu intuito era e sempre foi de ajudar. Tomou a iniciativa de avisar ao advogado pessoal do P.A, Dr Denis Carvalho, fez o mesmo com o Fernando Deluqui, apenas com o intuito que estes começassem a tomas as providências cabíveis pois, como sabemos, o P.A até este momento só poderia contar com estas 4 pessoas, o trio do RPM e seu advogado.

Ele errou, ok, mas não o fez com segundas intenções, apenas errou porque é humano, estava estafado por causa de sua atividade desgastante e só queria colaborar, como sempre o fez.

Dr Alex tornou -se uma pessoa de nossa confiança. Ele tem esse crédito para receber o nosso perdão pelo que ocorreu e continuará com todo crédito possível porque é um excelente médico e nesta área, medicina, ele em nada pecou, e lógico, apesar do desconforto da informação que passamos indevidamente, a boa nova era que o P.A estava vivo, na realidade, o principal de tudo.

Quanto ao Hospital São Camilo de Salto, onde o P.A encontra-se internando, em nada teve a ver com este erro de comunicação. Esta instituição desde o primeiro dia que o P.A foi internando vem dedicando à ele, assim como aos demais pacientes hoje na instituição, todo cuidado e dedicação possível. Se em alguma momento algo pareceu envolver o hospital nesta confusão instaurada na comunicação, não foi o que ocorreu.

Recebi um post de minha assessoria de mídias sociais sobre mais uma infeliz declaração deste músico chamado Paulo Ricardo, ex-integrante do RPM. Confesso que não entendo como até em momentos delicados e tristes como este um ser humano consegue ser irresponsável ao ponto de colocar em suas badaladas mídias sociais o endereço do hospital onde P.A se encontra em estado gravíssimo, na UTI, com acesso pra lá de limitado, restrito à uma ou duas pessoas, passando horários e convocando seus fãs para dar uma passadinha lá, como se isso fosse possível. Entendo que o intuito aqui é mostrar que ele está a par das coisas, que até sábado, pareciam não ter a menor importância a ponto de ser publicado com tantos detalhes e empenho, preocupação, realmente é de “tocar esse ser humano que aqui escreve”

O P.A está em um Hospital, não numa casa de shows, numa promoção de show ou rádio ou qualquer coisa parecida. O hospital por ser da rede pública carece de staff para controlar acessos e, logicamente como todos sabemos, não tem como receber demanda alguma neste sentido, meio óbvio isso. Convocação mais absurda esta! O P.A precisa de resguardo e também tem todo direito à privacidade em relação aos detalhes de sua enfermidade, coisa que repito, apenas ele ou parente tem o direito de divulgar, mais ninguém. Porém, nesse vale tudo de mídias sociais, vamos lá postar qualquer coisa em troca de engajamento, likes, apoio. Enfim, patético, mas não me espanto, vindo de quem veio.

O que este Sr. tem em mente dizendo que irá lá para averiguar? Por que não o fez semanas ou meses antes quando em outras oportunidades a saúde do P.A estava abalada e nenhum contato foi feito?

Por que na semana passada , de maneira antiética e também irresponsável , colocou em suas mídias sociais, e com destaque , a causa da internação do P.A, revelando o que prendia P.A à uma UTI, com que direito fez isso sem consultá-lo?

Não se pode divulgar detalhes da doença ou enfermidade de uma pessoa, narrando até de maneira técnica o que o P.A tinha. E, se isso tivesse que ser divulgado, apenas sua família ou ele mesmo autorizariam esta desconfortável exposição, coisa que nestes últimos meses, não só pelo lado jurídico, mas por lealdade e companheirismo nenhum dos três que compõem o RPM com ele, por respeito e ética principalmente e cuidado com o amigo fizeram. Que absurdo!

Que jogo de exploração da tragédia alheia, oportunismo, e lógico, não deixando de postar uma foto sua com destaque para continuar se deleitando às custas do sofrimento do ex-companheiro que ele em juízo, é oposto.

Não contente com estas duas postagens, ele quase às 14:00 de hoje deixa mais uma mensagens convocando fãs, já tinha feito isso antes, mas acho que como deve estar a caminho do hospital e precisa de quorum, provável que tenha reiterado para realmente os fãs aparecerem para que registrem o quão benemérito e bom moço este Sr. é , claro.

Erros de informação como os de ontem apenas ocorrem pelo fato das pessoas estarem correndo e, às vezes, abrindo mão de sua própria vida pessoal para ajudar um companheiro que encontra-se na situação atual, fora de SP. Quem faz, erra. Quem faz muito, erra mais ainda. Quem se mexe, erra. Quem tenta ajudar , também erra. Quem nada fez e nada faz pelo P.A, só comenta e tenta tirar uma casca disso, logicamente.

Fácil agora bancar lá em seu confortável leito de plumas e estrelas “o comentarista”, “pseudo indignado” , que nada fez em prol ao P.A, muito confortável mandar textos para que seus asseclas e seguidores cegos e que desconhecem a verdade tentem enxergar uma “outra verdade” , uma verdade maliciosamente encoberta e sem escrúpulo algum, e pior, prejudicando ainda mais a situação estrutural do local onde P.A luta contra a morte. Mas lógico, para que se preocupar com isso ?

Que vergonha! Que situação repugnante e nojenta! É de se revoltar e virar o estômago depois de tudo que estou vendo. A turma que não se envergonha em por a mão na graxa, que dá apoio e faz as correrias que o P.A precisa e merece. Sua alteza, reizinho mimado, mostra-se indignado nas mídias sociais… nossa, parem as máquinas! Agora as coisas começarão realmente a melhorar na vida do P.A, claro.

Em tempo: o que o P.A precisa neste momento é de boas energias, vibrações positivas e preces para quem tem fé.

O que peço aqui, em nome de Schiavon, Deluqui e Dioy, além do efetivo médico que dá expediente no Hospital São Camilo, em Salto, é que não se dirijam para lá, por questões óbvias. O P.A está na UTI há quase 3 semanas, inconsciente, completamente sedado e em gravíssimo estado. Basta lhes dizer isso que deverão entender que o mais correto é torcer para ele sair desta o quanto antes, não tumultuar.

AIRTON VALADÃO JR
RPM / AGENTE