Mötley Crüe
Reprodução/YouTube

Recentemente te contamos por aqui que o Mötley Crüe explodiu seu contrato dizendo que nunca mais faria shows e anunciou uma turnê de reunião. Isso não é nenhuma surpresa, já que tem sido cada vez mais comum bandas anunciarem turnês de despedida e voltarem depois de curtas férias.

Claro que muita gente adora a notícia, mas muitos se sentem enganados ao fazerem de tudo para ir no suposto “último show” e descobrir que, no fim das contas, não era o último. Por isso, separamos a seguir (com ajuda de listas da Loudersound e Rolling Stone) 10 bandas cujas turnês de despedida não foram as últimas, entre boas e péssimas justificativas!

LEIA TAMBÉM: Skank chega ao fim com turnê de despedida em 2020, diz Samuel Rosa

1Mötley Crüe

O “último show” do Crüe aconteceu em 31 de dezembro de 2015, em Los Angeles. Na época, o baixista Nikki Sixx chegou a dizer que “não há quantia de dinheiro que me faria fazer isso novamente porque eu tenho muito orgulho em como estamos acabando”. Corta para 2019 e a explosão do contrato…

2Nine Inch Nails

Em 2009, o frontman Trent Reznor disse que precisava parar para não virar Gene Simmons (KISS), “um idoso que coloca maquiagem para entreter crianças, como um palhaço indo trabalhar”. Quatro anos depois, ele mudou de ideia ao se sentir “mais envigorado e inspirado” do que no passado e já são dois álbuns desde então, Hesitation Marks (2013) e Bad Witch (2018), com turnê passando inclusive pelo Brasil em 2014.

3KISS

Em 2000, Gene Simmons afirmou que “não há mais montanhas para escalar” com o KISS. Depois de apenas dois anos, os caras voltaram dizendo que “pessoas mudam de ideia”. Paul Stanley, pelo menos, foi sincero:

Estou fazendo isso pelo dinheiro ou pelos fãs? Ambos, e não vamos esquecer que estou fazendo isso por mim.

Com (mais uma) turnê de despedida acontecendo neste momento e com passagem garantida pelo Brasil, vamos ver se agora os caras aposentam de vez…

4The Who

Dizendo que “é um pesadelo”, Roger Daltrey garantiu em 1982 que o The Who não faria mais turnês. Parte disso, no entanto, era devido aos problemas de vício de Pete Townshend, que conseguiu melhorar com o tempo e, consequentemente, a banda voltou a tocar. Eventualmente, depois de mais algumas “turnês de despedida”, admitiram que continuariam ativos e se juntariam esporadicamente.

5Ozzy Osbourne

Em 1992, o lendário Ozzy Osbourne garantiu que estava se aposentando dos palcos. A turnê tinha até um nome propício: No More Tours. Em 2018, o Príncipe das Trevas passou por aqui com a No More Tours 2, então já sabemos o que aconteceu…

6Elton John

Outro que está, desde 2018, em sua segunda turnê de despedida. Em 1977, no entanto, ocorreu o primeiro adeus de Elton John e a coisa foi meio improvisada. Em vídeo gravado para a HBO, exibindo antes da transmissão do seu “último show” nos EUA, ele diz:

Na noite do show, eu tomei minha decisão de que essa seria provavelmente a última ocasião que eu me apresentaria em público por um longo, longo tempo. Então eu fiz o anúncio no palco, para a surpresa do meu agente e da banda e das pessoas na plateia.

Dois anos depois, Elton mudou de ideia e alegou que o uso de drogas o influenciou a tomar aquela decisão. Felizmente, já são 29 anos de sobriedade do cara.

7Los Hermanos

Pra ser justo, o Los Hermanos nunca anunciou de fato uma “turnê de despedida”. Em abril de 2007, deixaram claro que entrariam em “recesso por tempo indeterminado” e, em junho, gravaram a apresentação na Fundição Progresso, no Rio de Janeiro, que seria a última até março de 2009, quando abriram para Kraftwerk Radiohead em São Paulo.

Em 2019, anunciaram um retorno propriamente dito e chegaram até a lançar música nova, antes de lotar o Maracanã.

8Judas Priest

Talvez a banda mais sincera da lista. Em 2011, Glenn Tipton avisou que a turnê daquele ano seria a “última chance de ver o Priest ao vivo”. Em 2013, ele admitiu: “nós mentimos”. Os caras seguem ativos e fizeram uma turnê gigante nos últimos dois anos, passando pelo Brasil em 2018.

9LCD Soundsystem

Em 2010, James Murphy anunciou o fim do LCD Soundsystem. Os caras chegaram a fazer um show antológico no Madison Square Garden, em Nova Iorque, em 2011, com mais de 3 horas de duração — tudo isso para, em 2016, anunciarem um retorno, inclusive com disco novo.

10Black Sabbath

Em março de 1999, o Black Sabbath escreveu:

Os envelopes estão selados. A mesa está posta. O evento do milênio está sendo preparado de uma vez por todas – A Última Ceia do Black Sabbath.

Ainda que, no fim das contas, a banda já tenha mudado de ideia, não deixa de ter sido um show histórico. A apresentação foi a última com Bill Ward na bateria até o momento, e os caras parecem ter de fato encerrado as atividades depois da turnê The End em 2017. Mas nunca se sabe…