Richard Ashcroft em Londres, 2016
Foto de Richard Ashcroft via Shutterstock
 

Um dos maiores absurdos da história do Rock ‘n Roll acaba de chegar ao fim. Depois de mais de 20 anos, o Rolling Stones devolveu os direitos de “Bitter Sweet Symphony” a Richard Ashcroft, vocalista do The Verve.

À época de seu lançamento, em 1997, um dos maiores hits do Britpop teve 100% de seus royalties direcionados a Mick Jagger e Keith Richards após um processo judicial. Isso porque a canção tem um sample de “The Last Time”, dos Stones, e só.

A decisão sempre foi contestada por fãs de ambos os grupos, já que todo o resto da canção que virou um clássico é de autoria de Ashcroft e a parte instrumental “copiada” por ele a partir da canção dos Stones nem foi feita pela dupla Jagger/Richards.

Agora, o próprio vocalista foi a público falar sobre a conquista. Enquanto aceitava um prêmio por sua obra completa no Ivor Novello Awards, Richard revelou (via Rolling Stone):

No mês passado, Mick Jagger e Keith Richards entregaram todos os seus créditos por ‘Bitter Sweet Symphony’, o que foi algo realmente magnífico da parte deles.

Em uma entrevista com a BBC, Ashcroft ainda revelou que a ação foi inteiramente voluntário, e completou:

Nunca tive uma briga pessoal com os Stones. Eles sempre foram a melhor banda de rock ‘n roll do mundo.

Agora sim, hein!

Rolling Stones

Muito em breve, a lendária banda poderá cobrar por mais royalties ainda, mas agora em cima de suas próprias músicas.

Isso porque os Stones estão trabalhando em um disco novo durante sua atual turnê, como contou Keith Richards.

Enquanto isso, o frontman Mick Jagger já se recuperou de uma cirurgia no coração e está pronto para voltar aos palcos.