Travis Scott em 2014
Foto de Travis Scott via Shutterstock
 

Hoje mais cedo nós falamos por aqui sobre como o Maroon 5 finalmente encontrou parceiros para se apresentarem com a banda no Super Bowl.

Além de Big Boi (Outkast), quem também irá participar do show do intervalo com Adam Levine e sua trupe é o rapper Travis Scott, e a Billboard diz que ele só aceitou o convite com a contrapartida de que a NFL iria fazer uma ação de caridade ao seu lado.

Segundo a publicação, Travis exigiu que a liga de futebol americano doasse dinheiro ao seu lado para uma instituição que promova a justiça social e a organização escolhida foi a Dream Corps, fundada em 2014, que foi criada como uma “aceleradora de justiça social”.

Ao falar a respeito do assunto, Scott explicou:

Eu apoio qualquer pessoa que se posicione em relação ao que acredita. Eu sei sendo um artista que parte da minha força é inspirar. Então antes de confirmar a performance no show do intervalo do Super Bowl, eu garanti uma parceria com a NFL nessa importante doação. Eu tenho orgulho de apoiar a Dream Corps e do trabalho que eles fazem, que irá inspirar e promover mudanças.

 

Travis Scott

De acordo com fontes da Billboard, a doação conjunta teria sido no valor de 500 mil dólares.

Quando os rumores começaram a aparecer sobre a confirmação de sua participação, muitos músicos criticaram o rapper, já que vários deles recusaram o convite como forma de protesto em relação ao caso de Colin Kaepernick, quarterback que passou a se ajoelhar durante a execução do hino dos EUA antes dos jogos e foi boicotado da liga.

     
 
Compartilhar