Spotify
Foto de celular com Spotify e disco de vinil via Shutterstock
 

É mole ou quer mais? O Spotify agora vai usar informações do DNA de seus usuários para gerar playlists personalizadas.

A plataforma de streaming anunciou que agora é capaz de recolher informações do site AncestryDNA, que presta serviços para que o usuário descubra sua árvore genealógica, ancestrais e mais.

Com base nestes dados, o app vai te indicar músicas que mais tenham a ver com o seu sangue. Sério!

Em comunicado, o AncestryDNA falou um pouco sobre a privacidade dos usuários:

Proteger a privacidade de nossos usuários é nossa maior prioridade. O Spotify não tem acesso aos dados do DNA dos nossos clientes. Os clientes podem inserir manualmente regiões no gerador de playlists no Spotify e, em seguida, uma playlist personalizada é criada com músicas de artistas de várias regiões e em uma grande variedade de gêneros musicais. Todas as informações são inseridas manualmente pelos clientes e a experiência é completamente opcional.

E aí, vai tentar?

Novidades do Spotify

Nos últimos dias, o Spotify deu boas notícias e anunciou que vai permitir que artistas independentes possam inserir suas músicas na plataforma. Agora, também, o limite de downloads por usuários aumentou.

Playlist do TMDQA!

A gente não examinou teu DNA mas promete que sempre trazemos novidades quentes na playlist oficial do TMDQA!, que você pode ouvir logo abaixo.

   
 
FonteNME
Compartilhar