Foto: Divulgação
 

Como se Deadpool 2 já não tivesse sangue e bizarrice o suficiente, foi revelado que em uma cena deletada o protagonista voltaria no tempo para matar Hitler enquanto bebê. É isto.

A informação foi revelada junto com o anúncio de que a versão estendida do filme chega em Agosto de 21, em DVD e Blu-Ray. E caso você precise de uma contextualização sobre a cena, aqui vai… COM SPOILERS!!! (Eu avisei.)

O vilão do segundo longa da franquia é Cable (Josh Brolin), que viaja no tempo para matar o assassino de sua família, interpretado por Julian Dennison, enquanto ele ainda é criança. Pulando ao fim do filme, quando tudo está (mais ou menos) resolvido, Deadpool (Ryan Reynolds) se apodera do dispositivo para fazer algumas alterações em sua trajetória. A primeira é salvar Vanessa (Morena Baccarin), sua noiva que faleceu no começo do filme. As outras envolvem matar a versão do anti-herói que apareceu em X-Men Origins: Wolverine (e realmente é uma grande porcaria) e matar o próprio Ryan Reynolds antes do ator decidir viver o Lanterna Verde (2011) nos cinemas… outra porcaria, sério.

Bem, no curso natural das coisas, o cara resolve matar também Hitler enquanto é ainda bebê — apesar de ter sido contra a mesma motivação de Cable.

Sobre a cena, o roteirista Rhett Reese comentou (via Consequence of Sound):

Gravamos e mostramos para uma plateia. O Deadpool pega o berço e está de pé em um berçário na Alemanha, e ele está se inclinando no berço para fazer aquilo, aí a reação foi um ‘ohhhh’. Nós não queremos deixar as pessoas com um ‘ohhhh’, então acabamos retirando a cena do filme.

Reese ainda revelou que o anti-herói desenha um bigodinho com canetinha no bebê. O estúdio entrou em contradição com relação à cena e, por isso, decidiram colocá-la apenas na versão estendida.

A versão do filme batizada como “Super Duper $@%!#& Cut” terá 15 minutos de conteúdo extra, incluindo essa cena.

FonteDeadpool
Compartilhar