Foto: Gabriel von Borell
 

Depois de cancelar parte da sua atual turnê em função do terrível atentado terrorista ocorrido em Manchester, Ariana Grande retomou a Dangerous Woman Tour pela Europa e desembarcou no Brasil na última semana para dois shows no país. O primeiro aconteceu na quinta-feira passada (29) no Rio de Janeiro, onde a cantora de 23 anos se apresentou na Jeunesse Arena, na Barra da Tijuca, Zona Oeste da cidade, reunindo uma legião de fãs mega empolgados, além de muitos famosos.

A abertura da noite ficou por conta da cantora e atriz americana Sabrina Carpenter, de apenas 18 anos. A loira animou o público que aguardava ansiosamente pela entrada de Ariana por quase 40 minutos, e seu repertório também incluiu o cover de “That’s What I Like”, de Bruno Mars, fazendo a plateia se manifestar com mais intensidade. Quando o relógio marcava 21h02, o telão no fundo do palco se acendeu, gerando gritos ensurdecedores, já que boa parte dos “arianators” era composta por crianças e adolescentes entre 10 e 16 anos.

As imagens mostravam takes de Ariana fazendo caras e bocas, enquanto uma contagem regressiva de pouco mais de dez minutos aparecia embaixo do vídeo. Quanto mais se aproximava o término da contagem, a estrela pop surgia colocando as mãos atrás da orelha, como se tentasse escutar a reação da plateia. Então os fãs respondiam ao que era visto fazendo muito barulho (muito mesmo). Ao final da contagem regressiva, Ariana finalmente surgiu no palco ao lado de seus dançarinos, todos vestindo figurino preto. A música escolhida para abrir a apresentação foi “Be Alright”, faixa presente no seu mais recente álbum, Dangerous Woman, lançado em 2016.

Durante “Everyday”, música seguinte no repertório, Ariana gritou: “E aí, Rio!”, recebendo uma ovação de volta. O show seguiu com as canções “Bad Decisions” e “Let Me Love You”, até que Ariana deixou o palco pela primeira vez. Enquanto a diva teen se trocava no backstage, um novo interlude no telão entretia o público. A cantora voltou com uma roupa branca bem folgada no corpo, como um moletom e casaco. A apresentação continuou quente com “Knew Better/Forever Boy”, “One Last Time”, do disco My Everything, de 2014, “Touch It” e “Leave Me Lonely”.

Na sequência, Ariana foi para os bastidores mais uma vez. A cantora retornou ao palco com figurino mais provocante, para fazer todo mundo remexer o esqueleto com a suingada “Side to Side”, lançada em parceria com Nicki Minaj, e a envolvente “Bang Bang”, single de Ariana junto com Jessie J. Depois vieram “Greedy” e “Focus”, quando a cantora parou para conversar com a plateia de forma mais aproximada. “Não consigo ouvir vocês”, disse Ariana, na expectativa de receber muitos gritos e aplausos. “Que noite incrível!”, completou.

Na balada “Moonlight”, a temperatura do show caiu e a Jeunesse Arena se transformou em um mar de luzes geradas pelos smartphones, causando um lindo efeito na casa de espetáculos. Pouco mais tarde, “Break Free” marcou um dos pontos mais altos da noite. Ariana reconheceu o belo momento do show e disparou uma série de beijinhos para agradecer a disposição dos fãs durante a execução do hit. Em seguida, a musa perguntou: “Vocês estão se divertindo?”. “Muito obrigada por me receber”, concluiu Ariana.

Em “Sometimes”, uma chuva de bolas rosas de gás caiu sobre o público, que aproveitou para brincar com elas. Na reta final da apresentação, a cantora emocionou os fãs com o cover de “Over the Rainbow”, canção do clássico “O Mágico de Oz”, de 1939. Além de mostrar que canta muito, Ariana relembrou os 22 mortos no atentado a Manchester Arena, ao exibir sua marca registrada (as orelhas de coelho) personalizada no símbolo universal de luto. Os fãs mais sensíveis não contiveram as lágrimas.

Passado o momento de forte comoção, Ariana subiu a temperatura com os sucessos “Problem” e “Into You”, fechando a apresentação antes do bis às 22h37. Alguns minutos depois, a pequena diva voltou ao palco com um vestido pomposo e reluzente para cantar a sensual “Dangerous Woman”. Ciente de que o show estava prestes a ser encerrado, com cerca de 1h30 de duração, os fãs cantavam a letra da música com esmero. Sem muito alarde, Ariana se despediu de forma rápida da plateia, que voltou para casa tranquilamente. Como sempre deveria acontecer.

Setlist:

1- “Be Alright”
2- “Everyday”
3- “Bad Decisions”
4- “Let Me Love You”
5- “Knew Better Pt. II/ Forever Boy”
6- “One Last Time”
7- “Touch It”
8- “Leave Me Lonely”
9- “Side to Side”
10- “Bang Bang”
11- “Greedy”
12- “Focus”
13- “I Don’t Care”
14- “Moonlight”
15- “Love Me Harder”
16- “Break Free”
17- “Sometimes”
18- “Thinking Bout You”
19- “Over the Rainbow”
20- “Problem”
21- “Into You”

Bis:

22- “Dangerous Woman”