Fãs raivosos expõem fase frágil do Nine Inch Nails
 
Ouça o novo single da Majur!

Nós postamos essa semana que Trent Reznor, frontman do Nine Inch Nails, disparou críticas ao YouTube sobre o pagamento de royalties para os artistas. As reclamações são por conta da facilidade com que alguém pode “roubar” o conteúdo de outra pessoa e postar no YouTube — impedindo o artista de ganhar dinheiro com as próprias músicas.

Outro músico que partilha dessa ideia é Patrick Carney, baterista do The Black Keys. Em uma série de tweets, o músico demonstrou apoio às ideias de Trent Reznor e ainda adicionou seu ponto de vista:

Me dê 5 minutos no YouTube e eu provavelmente consigo encontrar 250 músicas onde seus compositores não estão ganhando dinheiro. No mínimo.

Um ‘vendido’ [sell out] para mim hoje em dia é qualquer pessoa que ganha dinheiro em uma companhia de streaming e que também é um artista e não defende o pagamento justo.

Uma música deveria custar o mesmo que um abacate. Eles deveriam ser trocados similarmente até pelo menos as pessoas descobrirem uma outra fruta grande e saborosa.

E aí, você concorda?