Na semana passada, o Black Sabbath anunciou a sua turnê de despedida, The End. A turnê começa em Janeiro do ano que vem nos Estados Unidos e segue em Abril para Austrália e Nova Zelândia. Após o anúncio, o lendário guitarrista Tony Iommi falou sobre o peso das turnês para ele que vem batalhando contra um linfoma desde 2011, em recente entrevista ao Birmingham Mail.

Eu não consigo mais fazer isso, na verdade. Meu corpo não aguentará muito mais. Todas as viagens envolvidas nas turnês do Sabbath realmente pesam. Por isso vamos fazer uma última turnê, para darmos nosso ‘adeus’. Então nunca mais faremos isso. Nós fazemos isso há mais de 50 anos, chegou a hora de traçar uma linha, não acha?

Tony ainda continuou falando sobre seu amor em tocar com o Sabbath.

Não me leve a mal. Eu amo estar no palco tocando com o Sabbath. O que não amo é todo o resto que é necessário para que isso aconteça. Nenhum de nós está ficando mais jovem, sabe?

Tony ainda comentou que a banda fica em hotéis de luxo, viaja nas primeiras classes de avião e com carros confortáveis, mas sua saúde prejudicada pelo tratamento e controle do câncer sente o deslocamento, entrevistas, preparação para os shows e tudo que cerca uma turnÊ diariamente.

Vamos torcer para que a turnê tenha sua passagem aqui na América do Sul, possibilitando um último show das lendas do metal.

Banda de abertura

Em tempo, foi confirmado que a banda de abertura da The End Tour do Black Sabbath será o Rival Sons.