L'homme Statue lança novo clipe
Crédito: divulgação

Projeto do artista afro-francês baseado no Brasil Loïc Koutana junto com o produtor e DJ brasileiro Pedro ZopelarL’homme Statue divulgou o clipe de “Révolution”, faixa-título de seu novo EP lançado no final de Abril.

Com assinatura do coletivo paulista Gop Tun, o vídeo da música inaugura a nova fase do projeto, que apresenta experiência sonora e visual única. Dirigido por Maurício Kessler, o registro filmado em preto e branco não segue uma narrativa linear e captura a essência do som transmitindo uma poderosa mensagem sobre diferentes realidades que podemos construir.

“Nosso dever aqui foi potencializar a voz e manter a sensibilidade dos artistas sempre com um canal de comunicação 100% aberto para chegarmos a uma obra que agradasse e elucidasse seus ideais, tanto figurativos quanto literais e metafóricos,” contou Maurício.

Liberada em três diferentes versões, incluindo um remix com BADSISTA e uma slowed mix de Zopelar, “Révolution” se destaca como um hino de inovação, vulnerabilidade e honestidade.

Confira o clipe da canção ao final da matéria e escute o compacto clicando aqui.

L’homme Statue libera vídeo de “Révolution”

Ao comentar o lançamento, Loïc falou sobre sua ancestralidade e destacou sua resiliência como um homem preto que faz parte da comunidade LGBTQIAPN+:

‘Révolution’ inaugura para mim um momento muito importante da nossa carreira e também traduz sentimentos íntimos. É sobre reconexão com a minha arte e ancestralidade. Acredito que na vida todos temos momentos de revolução e evolução. Seja por algo violento ou leve, a revolução é necessária pra acessar um novo lugar de elevação pessoal. E eu diria, ainda, que a nossa revolução é, sobretudo, baseada em sentimentos. Eu sou um homem preto, LGBTQIA+, afro imigrante no Brasil. Minha trajetória aqui, ao longo dos últimos dez anos, é de resistência, perseverança, coragem e amor. Eu faço o meu trabalho porque eu amo. Eu me orgulho do projeto que estou criando junto a Zopelar. Eu nunca sei de onde vai vir a história ou o sentimento que vai dar origem a uma música ou a um projeto. Está tudo dentro de mim e desses anos de caminhada no Brasil. Posso dizer também que eu acredito em trazer positividade para perto de si na rotina como uma ferramenta de empoderamento pessoal. Falar coisas boas para si mesmo é transformador. São como mantras. A letra de ‘Révolution’ pode ser um mantra, se você quiser.

Que os versos se espalhem por aí!

LEIA TAMBÉM: Dois Barcos mostra influências do Emo e do Indie no clipe da ótima “Maratonas”; assista

OUÇA AGORA MESMO A PLAYLIST TMDQA! METAL

Nu Metal, Metalcore, Heavy Metal, Thrash e muito mais: todo peso das guitarras aparece na Playlist TMDQA! Metal para você ouvir clássicos e conhecer novas bandas agora mesmo. Siga o TMDQA! no Spotify!