Metallica em 1984
Reprodução/Twitter

Com seu segundo álbum Ride The Lightning, em 1984, o Metallica ampliou seus horizontes musicais e aprofundou a temática das letras, abordando temas sensíveis como a pena de morte e autores consagrados como Ernest Hemingway.

Essa acabou sendo a receita para que a banda de James Hetfield fizesse a transição de um selo independente (o Megaforce Records, por trás dos dois primeiros discos) para um ligado a uma grande gravadora.

Na semana seguinte ao lançamento de Ride The Lightning, o grupo fez uma apresentação especial no Roseland Ballroom – uma das principais casas de show de Nova York – tocando depois dos gigantes Anthrax e Raven.

Entre as 3 mil pessoas presentes naquela noite de 3 de agosto estava Michael Alago, jovem e promissor empresário que circulava entre os principais intelectuais da cidade naquela época.

Almoço convenceu integrantes do Metallica

Michael tinha acabado de conseguir um emprego na Elektra Records, gravadora ligada à Warner Music que já assinou bandas lendárias como The Doors, The Stooges e o MC5.

Como contou em sua autobiografia I Am Michael Alago, de 2022, o empresário convenceu seus chefes a irem com ele ao show do Metallica, e usou seus contatos para conseguir acesso exclusivo aos camarins.

Depois disso, bastou convidar James, Lars, Kirk e Cliff para um almoço no dia seguinte, com um cardápio bastante específico (via Loudersound):

Eu fui àquele show no Roseland Ballroom, e eu sabia que havia outros caça-talentos por lá. Então basicamente fechei a porta para todos e acabei sendo o único com acesso ao backstage no início da noite. Eu disse para eles: ‘Olha, estou surtando. Eu amo vocês e quero que venham ao meu escritório amanhã’.

Bem, eles foram mesmo, chegaram cedo e radiantes. Eu pedi comida chinesa e cerveja para eles, e apenas sentamos e conversamos. Acho que eles gostaram que eu tinha a idade deles, estava entusiasmado e prometi que cuidaria bem deles. E foi o que eu fiz, desde o primeiro dia.

Metallica está hoje entre maiores da história

40 anos se passaram desde aquela noite, e o Metallica é hoje uma das bandas mais bem-sucedidas da história do Rock, com uma legião de fãs e 11 álbuns lançados – um deles, aliás, foi o único representante do Metal no polêmico Top 100 da Apple Music.

Comercialmente, esses trabalhos venderam mais de 125 milhões de cópias e garantiram uma fortuna para a banda, que hoje está entre as mais engajadas em causas sociais, podendo doar R$500 mil para afetados pela tragédia no Rio Grande do Sul, por exemplo.

Mas a gente aposta que os caras continuam gostando do velho e simples menu com comida chinesa e cerveja!

LEIA TAMBÉM: Metallica não deve fazer shows no Brasil em 2024; entenda

OUÇA AGORA MESMO A PLAYLIST TMDQA! METAL

Nu Metal, Metalcore, Heavy Metal, Thrash e muito mais: todo peso das guitarras aparece na Playlist TMDQA! Metal para você ouvir clássicos e conhecer novas bandas agora mesmo. Siga o TMDQA! no Spotify!