Roger Waters e David Draiman (Disturbed)
Fotos: Aline Krupkoski | Wikimedia Commons

David Draiman, vocalista do Disturbed, voltou a ofender Roger Waters e demonstrar seu incômodo com o artista, que ele alega ser “antissemita”.

O músico, que tem ascendência judia, falou durante sua participação no canal do YouTube Linda Advocate sobre sua experiência como ativista do judaísmo e reforçou suas opiniões em relação ao ex-vocalista e baixista do Pink Floyd. Sem economizar nas palavras, Draiman apontou (via Louder Sound):

Ele dá muito trabalho, aquele velho maluco iludido. Antissemita em sua essência podre. Basta perguntar ao David Gilmour e sua esposa – eles testemunharam isso. Ele tem sido assim durante toda a sua vida e toda a sua carreira. Não é nada novo. Ele é um covarde. Ele é um hipócrita.

No ano passado, enquanto o Disturbed se apresentava em Tel Aviv, Israel, David compartilhou com os fãs uma série de insultos a Roger depois de ter cantado o hino nacional do país em que estava. Ele disse:

Foda-se Roger Waters e todo o resto de seus idiotas nazistas do BDS [Boicote, Desinvestimento e Sanções] – cada um deles! Não precisamos dessa merda. Sobrevivemos a coisas piores do que eles e continuaremos sobrevivendo a coisas piores do que eles!

Pouco tempo antes daquele show, o ex-Pink Floyd foi visto em uma polêmica daquelas após se vestir como um soldado nazista durante uma parte de seu show em Berlim e atuar como se fosse um, carregando uma arma cenográfica e simulando atirar. A performance foi tirada de contexto por opositores e gerou diversos problemas ao músico.

David Draiman (Disturbed) volta a fazer insultos a Roger Waters

Na recente entrevista, o líder do Disturbed argumentou que, embora “não possa contestar a arte de um trabalho como ‘The Wall’”, acredita que os comportamentos de Roger Waters prejudicam a mensagem que a banda teve a intenção de passar. Ele explicou:

Ele se mostrou um hipócrita por tudo o que ele tentava transmitir e expressar naquela obra de arte. Eu já estava enlouquecendo com ele anos atrás, quando ele voava em volta de um porco em seus estádios com a estrela de Davi.

O cara é um valentão. E ele nem ousaria se envolver comigo. Porque não é sobre lógica, raciocínio, fatos e realidade para pessoas como ele. É tudo uma questão de narrativa antissemita alimentada pelo ódio, apenas cheia de rancor, de que eles continuam a alimentar essa narrativa de demonização de nosso povo, do Estado de Israel, a sua incapacidade de aceitar o fato de que existimos. Ele é um monstro.

Vale ressaltar que Roger Waters já tentou contestar as acusações de antissemitismo justificando que seus comentários costumam ser dirigidos ao Estado de Israel, e não ao judaísmo.

David Draiman diz que tem “empatia pelo povo palestino”

Em tempo, David Draiman teve seu ativismo reconhecido pelo Jerusalem Post e pela Organização Sionista Mundial ao receber um prêmio por contribuições notáveis na “luta contra o antissemitismo”.

O músico contou que precisou até contratar um segurança devido à reação contra seus posicionamentos; porém, ele disse ao Jewish Chronicle que a maioria das ameaças são feitas pelos “guerreiros do teclado”, insinuando pessoas que não saem de casa.

Em sua participação no Linda Advocate, Draiman declarou que sente “genuína empatia pelo povo palestino” e aponta que o Hamas, que “celebra a morte”, “precisa ser erradicado”. “Não os palestinos, o Hamas. Precisamos salvar Gaza do Hamas”, afirmou o cantor.

Você pode ver a entrevista completa logo abaixo.

OUÇA AGORA MESMO A PLAYLIST TMDQA! METAL

Nu Metal, Metalcore, Heavy Metal, Thrash e muito mais: todo peso das guitarras aparece na Playlist TMDQA! Metal para você ouvir clássicos e conhecer novas bandas agora mesmo. Siga o TMDQA! no Spotify!