James Hetfield, do Metallica, dando entrevista
Reprodução/YouTube

Os shows que o Metallica deveria ter feito no Brasil em 2020 e foram cancelados por causa da pandemia aconteceram agora, em maio de 2022. Mas essa questão continua dando dor de cabeça para a banda.

Na semana passada, o grupo de James Hetfield sofreu um revés em um processo contra sua seguradora, a Lloyd’s, envolvendo as datas que foram canceladas na América Latina por conta da COVID-19.

O Metallica entrou na Justiça pedindo a compensação financeira pelos seis shows que não foram realizados. No entanto, a apólice contratada pela banda não incluía cancelamentos por surto de doenças transmissíveis.

A defesa do grupo de Heavy Metal alegou que “não se podia dizer conclusivamente que a pandemia foi a causa do cancelamento”, e que havia outras situações que eram cobertas pelo seguro.

Juíza decidiu que motivo foi a pandemia

Mas a juíza Holly J. Fujie, de Los Angeles, decidiu que as restrições de viagens para a América Latina foram sim geradas pela COVID-19 (via Loudwire):

As restrições de viagens que causaram o cancelamento foram uma resposta direta à crescente pandemia de COVID-19. As evidências demonstram que a pandemia gerou as restrições a reuniões públicas e viagens na América do Sul, fazendo com que a turnê fosse adiada.

O Metallica vai sair em turnê novamente em 2023 e 2024 para divulgar seu novo disco, 72 Seasons, previsto para 14 de abril.

Recentemente, James Hetfield explicou o conceito por trás do álbum e revelou o significado das “72 Estações”.

LEIA TAMBÉM: Metallica: “Master of Puppets” agora pode ser tocada no aclamado game Fortnite

OUÇA AGORA MESMO A PLAYLIST TMDQA! ALTERNATIVO

Clássicos, lançamentos, Indie, Punk, Metal e muito mais: ouça agora mesmo a Playlist TMDQA! Alternativo e siga o TMDQA! no Spotify!