MARINA no Lollapalooza Brasil 2022
Foto por Stephanie Hahne

Desde a estreia da Copa do Mundo no Catar, muitos fãs de futebol que foram ao país árabe para assistir jogos no torneio e fazem parte do movimento LGBTQIAP+ têm sofrido com a repressão nos estádios.

Quem resolveu se pronunciar sobre isso foi MARINA, cantora que esteve no Lollapalooza Brasil 2022 e agora se juntou a milhares de pessoas que se voltaram contra o Mundial.

Enquanto diversos relatos na internet denunciam a truculência dos seguranças locais e a proibição da entrada com camisas e outras peças de vestuário que remetam à homossexualidade, a artista se manifestou pelo Twitter nesta quarta-feira (23).

Ao repudiar os recentes episódios de intolerância à diversidade sexual na Copa, MARINA, aliada da causa há muitos anos, foi categórica e escreveu:

Foda-se a FIFA. Um milhão de vezes.

Na rede social, a cantora também compartilhou as publicações feitas pelo jornalista da CBS Grant Wahl e pela atriz Mia Farrow questionando a conduta dos organizadores da competição no país árabe.

A gente entende a revolta! Confira as publicações ao final da matéria.

MARINA se posicionou contra Jair Bolsonaro

Vale lembrar que, em Março deste ano, MARINA discursou contra líderes opressores como Jair Bolsonaro e o presidente russo Vladimir Putin durante show no Brasil.

Em tempo, ontem (22) uma equipe de TV brasileira foi intimidada por membros do comitê da Copa por conta do uso de uma bandeira do estado de Pernambuco, cujo símbolo de arco-íris foi confundido com o emblema do movimento LGBT.

LEIA TAMBÉM: Perfil de Bob Marley declara torcida pelo Brasil na Copa do Mundo

TMDQA! SPOTLIGHT: assine a Newsletter oficial e gratuita do TMDQA! agora mesmo

Lançamentos da semana, Charts, textos exclusivos e muito mais: assine agora mesmo clicando aqui ou inserindo seu e-mail na caixa abaixo.