João Gordo deixa o hospital
Foto: Reprodução / Instagram

João Gordo tem compartilhado nos últimos tempos uma série de mudanças que tem adotado em suas atitudes.

Um desses exemplos surgiu quando o vocalista do Ratos de Porão falou em entrevista ao Flow Podcast que precisou rever alguns termos politicamente incorretos que vinha utilizando após sua filha ter chamado sua atenção (via Whiplash):

Minha filha Vitória é super engajada, né? Com feminismo, saca? Várias causas. É bem minha filha. Causa indígena e tudo. Chega a ser chata! Não pode dar uma bola fora. Se eu falar ‘traveco’, ela vai dizer: ‘Traveco? É travesti, pai!’. Não pode mais falar ‘traveco’, mas sou dos anos 1970! Eu falo assim. Ela diz que não posso falar mais. Eu não falei mais ‘traveco’ a partir de então.

Melhor assim, né?

João Gordo passa por mudanças significativas

Em Julho, o cantor e apresentador declarou em uma entrevista que estava tentando se “tornar uma pessoa melhor”. Ele apontou que há uns 20 anos poderia ser considerado um “bolsominion” — apelido pejorativo referente aos apoiadores de Bolsonaro.

Além disso, João Gordo reconheceu que era “escroto e homofóbico”, mas declarou que hoje em dia é “um ser humano em construção e um filho da puta em desconstrução”. Te contamos mais detalhes aqui.

LEIA TAMBÉM: “Fogo nos racistas”: João Gordo cita Djonga ao comentar caso de nazista em biblioteca de SP

OUÇA AGORA MESMO A PLAYLIST TMDQA! ALTERNATIVO

Clássicos, lançamentos, Indie, Punk, Metal e muito mais: ouça agora mesmo a Playlist TMDQA! Alternativo e siga o TMDQA! no Spotify!

 

Compartilhar