SILVA no Lollapalooza Brasil 2022
Foto por @Creativeclub.today

SILVA é um artista de muitas faces e fases musicais, e todas elas têm em comum a sua voz suave e belas canções.

Todas, inclusive, são acompanhadas de composições muito interessantes e hoje quando subiu ao palco do Lollapalooza Brasil, Silva apresentou um show que não poderia combinar melhor com o clima de meio de tarde no Autódromo de Interlagos.

Se ontem o primeiro dia de Lolla 2022 foi de muitas nuvens e até um temporal no meio do caminho, hoje o Sol deu as caras na Zona Sul de São Paulo e parece ter levado todo um clima praiano ao evento.

Quem ficou pro show de Silva, que aconteceu no mesmo horário da poderosa performance de Jup do Bairro, se sentiu exatamente assim, já que o show começou com “Um Pôr do Sol na Praia“, parceria com Ludmilla, e logo engatou na recente “Passou Passou”, um reggae delicioso.

Silva no Lollapalooza Brasil

SILVA no Lollapalooza Brasil 2022
Foto por @Creativeclub.today

Silva ganhou a plateia logo de cara, literalmente: seu telão reproduzia imagens de pessoas que estavam ali no público, aparecendo ao fundo de um logotipo com seu nome que mudava de estilo frequentemente.

Além das suas canções, como “Caju”, “Júpiter” e “Furada”, o artista ainda apresentou versões de gigantes, como a cover de “Magnólia”, de Jorge Ben Jor, e a versão para “Soy Loco Por Ti America”, de Caetano Veloso.

Com essas referências e suas composições, ele construiu uma apresentação típica de uma tarde gostosa de outono, mesmo que as temperaturas do Autódromo não estivessem lá muito amenas.

Um dos momentos mais bacanas veio quando Silva chamou o seu “favorito entre os favoritos”, o rapper Criolo, para entoar “Soprou”, canção que os dois gravaram juntos e aparece no disco Cinco, de 2020, que ainda tem nomes como João Donato e Anitta.

A última, aliás, foi chamada de “garota number one” pelo músico, fazendo referência ao fato de que Anitta chegou ao topo do Top 50 Global no Spotify.

Para ele, o músico dedicou “Fica Tudo Bem”, canção do disco Brasileiro (2018) que tem feat. da própria.

Quando a plateia entoou “Hey, Bolsonaro, vai tomar no cu”, a resposta de Silva veio com uma expressão de alegria e a frase “essa é minha galera”, mostrando sintonia entre palco e fãs.

Marisa Monte

SILVA no Lollapalooza Brasil 2022
Foto por @Creativeclub.today

É claro que as versões de Marisa Monte que colocaram Silva ainda mais em evidência por conta do disco Silva Canta Marisa (2016) não poderiam passar batido no show e um dos maiores hits da cantora, “Beija Eu”, apareceu com um belo arranjo de metais mais para o final do show, que foi finalizado com “A Cor é Rosa”.

Foi uma performance cheia de poesia para relaxar e apreciar, pra cantar junto ou pra conhecer um novo artista, daquelas ocasiões despretensiosas em que todo mundo sai dali renovado.

NOTÍCIAS MAIS QUENTES no RESUMO DA SEMANA

Fique por dentro das notícias mais quentes do mundo da música, bem como dos lançamentos nacionais, ouvindo o Resumo da Semana, programa do Podcast Tenho Mais Discos Que Amigos!

 

Compartilhar