Dolly Parton
Foto de Dolly Parton via Shutterstock

O Hall da Fama do Rock decidiu recusar o pedido feito pela própria Dolly Parton para que fosse excluída da lista de indicados deste ano.

Em postagem no Instagram, os organizadores do evento justificaram a decisão e afirmaram que o nome de Dolly é, sim, elegível, pois artistas de todos os gêneros musicais podem receber indicação e não apenas aqueles que se encaixam no segmento do Rock.

Além disso, explicaram que a votação já está em curso e nada poderia ser feito para retirar o nome de Dolly:

Todos nós da comunidade musical vimos a nota reflexiva de Dolly Parton expressando seu sentimento de não possuir o direito de ser introduzida no Hall da Fama do Rock and Roll. Além de seu incrível talento como artista, sua humildade é outra razão pela qual Dolly é um ícone amado por milhões de fãs ao redor do mundo.

Desde o início, o rock and roll tem raízes profundas no rhythm & blues e na música country. Não é definido por nenhum gênero, mas sim por um som que move a cultura jovem. A música de Dolly Parton impactou uma geração de jovens fãs e influenciou inúmeros artistas Sua indicação para ser considerada para a indução ao Hall da Fama do Rock and Roll seguiu o mesmo processo de todos os outros artistas que foram considerados.

A indicação de Dolly, juntamente com as outras 16 para a turma de 2022, foi enviada no início deste mês para nossos 1.200 eleitores, a maioria dos quais são os próprios artistas, para serem considerados em nossa cerimônia. Estamos admirados com o talento brilhante e o espírito pioneiro de Dolly e estamos orgulhosos de tê-la indicado para a indução ao Hall da Fama do Rock.

Confira a nota na íntegra ao final da matéria.

Dolly Parton e sua indicação ao Hall da Fama do Rock

Dias atrás, ao ficar ciente de sua nomeação, Parton agradeceu a lembrança mas solicitou que sua indicação fosse retirada por não se considerar “merecedora” da honraria. Apesar disso, ela declarou que poderia gravar um disco de Rock e voltar a ser considerada para o Hall da Fama em outra oportunidade.

A fala da cantora gerou grande repercussão e o famoso produtor Steve Albini, responsável por álbuns clássicos de bandas como Nirvana e Pixies, se prontificou a ajudá-la nas gravações de seu possível álbum dedicado ao Rock.

Diante de tudo, o comunicado parece ter convencido a cantora que, segundo o Digital Music News, apareceu em um programa de TV e falou que havia mudado de ideia, aceitando a indicação mas reforçando o motivo pelo qual tinha recusado inicialmente:

Bom, eu não sentia que era exatamente o certo por conta da minha percepção, e a percepção do que eu acho que seja a maioria dos EUA. Eu só sinto que isso é mais para as pessoas do Rock.

Mas eu fui ensinada desde então, me disseram que é mais do que isso, mas eu ainda não sentia que era o certo. Seria quase como colocar o AC/DC no Hall da Fama da Música Country. Só me pareceu estar um pouco fora do lugar.

Conforme lembra a publicação, no entanto, outros ícones do Country como Johnny Cash e Hank Williams já estão no Hall da Fama do Rock.

Indicados ao Hall da Fama do Rock

Além de Dolly, concorrem a uma vaga no Hall da Fama do Rock em 2022 Duran Duran, Devo, Kate Bush, Judas Priest, Rage Against the Machine, Pat Benatar, MC5, New York Dolls, Carly Simon, Beck, Dionne Warwick, Lionel Richie, The Eurythmics, Eminem, Fela Kuti e A Tribe Called Quest.

Para ser considerado pelos organizadores neste ano, os indicados precisavam ter lançado seu primeiro trabalho de estúdio em circuito comercial antes de 1996. A lista definitiva será divulgada em 22 de Maio.

Carreira de Dolly Parton

Com mais de 65 anos de carreira, Dolly Parton é autora de hits como “Jolene” – conhecida pelos mais jovens pela versão do White Stripes – e “I Will Always Love You”, eternizada na voz de Whitney Houston.

Madrinha de Miley Cyrus, ela já compôs mais de três mil músicas e transitou pelo Country, Blues, Gospel e Pop. Agora, a gente torce por este disco de Rock!

LEIA TAMBÉM: Duran Duran, Judas Priest e mais comemoram indicações ao Hall da Fama: “honra”

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Rock & Roll Hall of Fame (@rockhall)

NOTÍCIAS MAIS QUENTES no RESUMO DA SEMANA

Fique por dentro das notícias mais quentes do mundo da música, bem como dos lançamentos nacionais, ouvindo o Resumo da Semana, programa do Podcast Tenho Mais Discos Que Amigos!

 

Compartilhar