Eddie Vedder, do Pearl Jam
Reprodução/YouTube

Eddie Vedder, líder do Pearl Jam, deu continuidade à treta com Nikki Sixx, baixista do Mötley Crüe.

O cantor realizou um show no último domingo (6), em Newark, NJ, para divulgar seu novo álbum solo Earthling. Enquanto apresentava sua banda de apoio, que inclui Chad Smith do Red Hot Chili Peppers na bateria, o músico aproveitou para provocar os roqueiros dos anos 80.

Ele disse (via UCR):

Aquela bateria. Aquela bela e prateada máquina que é o motor… não precisa elevar ou girar para fazer seu trabalho. Deixe-me apenas apontar isso.

O líder do Pearl Jam não precisou citar o nome da banda para que muitas pessoas entendessem que ele estava zombando da famosa performance do Mötley Crüe, que conta em seu show com a bateria de Tommy Lee sendo levantada, suspensa e até girando em uma montanha-russa.

Pearl Jam x Mötley Crüe

O comentário de Eddie Vedder chega após ele admitir em uma recente entrevista ao New York Times que “detestava” o Mötley Crüe e outras bandas que “monopolizavam a MTV do final dos anos 80”.

Como te falamos aqui, o baixista Nikki Sixx não deixou a fala de Vedder passar batido e utilizou suas redes sociais para declarar que o Pearl Jam “são uma das bandas mais chatas da história”.

Nova Resposta

Provocando ainda mais os integrantes do Mötley Crüe, o perfil do Twitter do Pearl Jam publicou em sua conta um vídeo com uma multidão pulando e cantando em coro uma de suas inúmeras canções, acompanhado pela legenda que diz:

Nós amamos nossos fãs entediados.

Será que uma nova resposta de Nikki Sixx vem aí?

Você pode conferir o comentário de Eddie Vedder no player abaixo e em seguida o vídeo do público do Pearl Jam.

NOTÍCIAS MAIS QUENTES no RESUMO DA SEMANA

Fique por dentro das notícias mais quentes do mundo da música, bem como dos lançamentos nacionais, ouvindo o Resumo da Semana, programa do Podcast Tenho Mais Discos Que Amigos!