John Lennon e Paul McCartney
Foto por Linda McCartney / @PaulMcCartney
 

Paul McCartney tem aproveitado os eventos de divulgação do seu novo livro As Letras para explorar alguns temas que foram abordados na obra.

Na última sexta-feira (5), o aclamado músico participou de um encontro no Royal Festival Hall em Londres e compartilhou com o público alguns detalhes sobre sua relação com o saudoso John Lennon, seu ex-companheiro dos Beatles (via NME).

Após o poeta Paul Muldoon apontar que um dos assuntos de destaque do livro é o “amor” de Macca por seu falecido amigo, o artista fez a seguinte revelação:

É verdade. Você diz que eu o amava, mas como garotos de Liverpool de 16 e 17 anos, você não poderia dizer isso – simplesmente isso não foi feito. Então eu nunca fiz. Eu realmente nunca disse, ‘Sabe, eu te amo cara’. Eu realmente nunca cheguei a isso. Então, agora, é ótimo perceber o quanto eu amo esse homem.

Paul McCartney, John Lennon e os Beatles

Outro assunto envolvendo McCartney e Lennon foi abordado no evento após a jornalista Samira Ahmed perguntar como foi para o ex-baixista e vocalista do Fab Four formar uma conexão criativa tão forte com John.

Macca descreveu que seu processo de composição era como “se olhar no espelho”, devido ao fato de que Lennon era destro enquanto Paul tocava seu baixo e escrevia com a mão esquerda. Ele acrescentou:

Sempre foi ótimo trabalhar com John, desde o primeiro momento em que ele disse, ‘Sim, eu escrevo músicas também’. Acabamos desenvolvendo uma maneira de trabalhar e confiar uns nos outros que cresceu e cresceu.

Nós dois crescemos juntos. [A vida] era como subir uma escada, e nós dois subimos essa escada lado a lado. Foi muito emocionante. Agora que a carreira de gravação dos Beatles terminou, sou como um fã. Só me lembro de como foi ótimo trabalhar com ele e como ele foi ótimo. Você não está brincando aqui, você não está apenas cantando com um homem comum – você está cantando com John Lennon.

Versão Brasileira do Livro e Cupom de Desconto

Paul McCartney: As Letras foi lançado na última terça-feira (2) e apresenta a história de 154 canções escritas por Paul desde 1954.

A obra chegou ao Brasil com seus dois volumes e uma caixa belíssima através da Editora Belas Letras.

Com o cupom de desconto tmdqaindica, você paga 10% a menos pelo livro de Paul McCartney. É só clicar aqui.

LEIA TAMBÉM: Paul McCartney afirma que compôs clássico dos Beatles ao invés de John Lennon