Phoebe Bridgers - I Know The End
 

Phoebe Bridgers está sendo processada por um produtor que anteriormente foi acusado por ela de ter comportamentos abusivos.

Chris Nelson, dono do famoso estúdio de gravação Sound Space em Los Angeles, entrou com um processo no Tribunal Superior de Los Angeles na última segunda-feira (27) contra a cantora alegando difamação.

De acordo com a People (via Vulture), ele decidiu mover a ação por conta de comentários feitos por Bridgers em sua conta do Instagram, nos quais ela disse ter testemunhado situações de “aliciamento, roubo e violência” causadas por Nelson.

Nos documentos apresentados, Chris Nelson alega que ele e sua então namorada, Emily Bannon, tiveram uma relação sexual consensual com Bridgers.

Porém, ele aponta que após terminar com Bannon, a moça continuou se relacionando com a cantora. Apesar de nunca ter assumido abertamente uma relação com Bannon, elas compareceram juntas à festa Men of the Year da GQ em 2019.

Chris Nelson contra Phoebe Bridgers

Como relata no processo, o produtor acredita que Phoebe e Emily planejaram uma “vingança” contra ele, que teria envolvido alegações “maliciosas e intencionais”.

Isso porque, em Outubro de 2020, a cantora supostamente publicou em seu Instagram que poderia “verificar pessoalmente muito do abuso” perpetuado por Nelson e direcionou seus seguidores ao perfil de Bannon.

Em sua conta, a ex-namorada de Nelson revelou uma série de detalhes sobre fortes acusações contra o produtor, indo desde fraude e invasão de contas de e-mail de mulheres até assassinato por crime de ódio.

Chris Nelson chegou a entrar com um processo contra Bannon em Los Angeles em Dezembro de 2020 após o ocorrido, acusando-a de difamação e agressão física e verbal. No atual processo contra Phoebe Bridgers, o produtor está pedindo pelo menos US$3,8 milhões, cerca de R$21 milhões, em danos.

Vamos aguardar as próximas atualizações sobre este caso.

 
Nosso site utiliza de cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Consulte nossa Política.