Britney Spears fala sobre novo álbum
 

Vitória para Britney Spears! Após 13 anos, a cantora está oficialmente livre da tutela do pai.

A decisão de suspender Jamie Spears do cargo de conservador foi anunciada pela juíza Brenda Penny, do Tribunal Superior do Condado de Los Angeles, nesta quarta-feira (29).

Segundo o The Guardian, após ouvir argumentos controversos das defesas de Britney e dos representantes do pai da cantora, a juíza declarou na audiência:

A situação atual é insustentável. Isso reflete um ambiente tóxico que requer a suspensão de Jamie Spears.

Em seguida, a autoridade marcou uma audiência para 12 de Novembro para serem discutidos os últimos detalhes do fim da tutela que, finalmente, parece ter sido aceito por ambos os lados.

Além disso, ela nomeou John Zabel como conservador temporário do patrimônio da cantora.

Durante o encontro judicial, que não contou com a presença de Britney, o advogado da estrela pop, Mathew Rosengart, reforçou mais uma vez o pedido de que o pai da cantora fosse removido imediatamente, pois a situação estava refletindo em seu bem-estar. Ele disse:

A tutela pode e deve ser encerrada e encerrada prontamente – de preferência neste outono… Britney Spears merece ter seu pai fora de sua vida como conservador, hoje.

Decisão a favor de Britney Spears

O fim da tutela comandada pelo pai de Britney veio três meses após as fortes declarações da cantora em uma audiência em que ela implorou para que seu pai fosse removido.

Apesar de Jamie ter insistido por muito tempo na batalha judicial para permanecer como conservador, no início de Setembro ele entrou com uma petição para encerrar a tutela.

Porém, de acordo com os documentos apresentados, ele solicitava uma audiência no tribunal em Janeiro de 2022 para abordar o assunto. Com isso, Rosengart e Britney pediram mais uma vez o fim imediato da tutela.

Na audiência desta quarta-feira (29), a advogada de Jamie, Vivian Thoreen, se opôs veementemente à suspensão dele, apontando dúvidas sobre o testemunho emocional de Spears no tribunal em Junho. Ela declarou:

Ela não foi interrogada. Ninguém sabe a veracidade dessas declarações.

Thoreen argumentou que as autoridades deveriam encerrar imediatamente a tutela para que a questão da suspensão fosse “discutível”, mas a decisão da juíza ficou a favor do advogado da cantora.

Repercussão da batalha judicial

O movimento #FreeBritney esteve muito presente durante a longa batalha judicial entre a artista e seu pai. Além de chamarem atenção para o caso nas redes sociais, fãs da cantora se reuniram em grandes manifestações em apoio à estrela pop.

Ainda de acordo com o The Guardian, nesta quarta-feira admiradores de Britney viajaram de todo o país para acompanhar de perto as decisões. Os fãs fecharam a rua em frente ao tribunal e realizaram uma marcha gritando “Ei, ei, ei, ei, a tutela tem que acabar!” e “O corpo de Britney, a escolha de Britney!”.

Além de todo um movimento relacionado à cantora, o caso gerou indignação em vários lugares do mundo, levando legisladores estaduais e federais a considerarem importantes reformas no sistema de tutela.

Nesta semana, te contamos aqui que um novo documentário, intitulado Controlling Britney Spears, realizado pelo New York Times, apontou a vigilância secreta que era esquematizada por Jamie Spears, inclusive usando escutas em seu celular.

Rosengart observou que a equipe de segurança contratada por Jamie supostamente espionou conversas de Britney com seus filhos, namorado e antigo advogado. Ele disse que a lei irá determinar se houve conduta criminosa nessas ações.

Thoreen não negou diretamente as alegações de vigilância, mas rejeitou a “retórica” do “programa de televisão”. Ela sugeriu que poderá tentar contestar a decisão da juíza de suspender Jamie, embora Brenda Penny tenha dito que não era uma ordem “passível de apelação”.

 
Nosso site utiliza de cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Consulte nossa Política.
 
Compartilhar