Britney Spears
Foto: Flickr/hnkkk
 

Britney Spears está novamente solicitando o afastamento imediato de seu pai, Jamie Spears, do cargo de tutor. Desta vez, o motivo envolve seu noivado com Sam Asghari.

Em novos documentos apresentados na última quarta-feira (22) e obtidos pela Rolling Stone, o advogado da cantora, Mathew Rosengart, pede a saída de Jamie como conservador da propriedade da estrela pop em um período muito mais rápido do que o que foi proposto pelo pai de Britney em sua petição entregue no início de Setembro.

Segundo o portal, os representantes de Jamie haviam solicitado uma audiência no tribunal em Janeiro do ano que vem para abordar o fim da tutela após 13 anos. Porém, Britney e Rosengart estão pedindo a “suspensão imediata e necessária” de Jamie até no máximo 29 de Setembro, data em que está marcada a próxima audiência deste polêmico caso.

O novo processo aponta que Britney quer encerrar completamente a tutela “neste outono”, que nos Estados Unidos termina em 20 de Dezembro, com um substituto temporário de curto prazo para Jamie supervisionando seus negócios até que o acordo esteja finalizado.

Britney Spears, noivado e batalha judicial

Nos documentos apresentados nesta semana, o recente noivado de Britney com o modelo Sam Asghari é mencionado como um dos principais motivos pelos quais a cantora pede o encerramento imediato da tutela de seu pai.

Segundo Rosengart, a artista e o noivo estão “em processo de contratar um advogado de direito da família” para poder elaborar um acordo pré-nupcial. No processo também assinado por Britney, o advogado declara:

O processo de acordo pré-nupcial exigirá comunicação e cooperação do conservador de seu espólio. Dado que o relacionamento da Sra. Spears com aquele conservador (seu pai) foi rompido, o envolvimento contínuo do Sr. Spears impediria a capacidade de negociar e consumar um contrato que todos concordam que é do interesse da Sra. Spears.

Em Junho, a estrela pop fez fortes declarações em uma audiência judicial em que pediu o fim de sua tutela controlada por seu pai.

Entre algumas de suas revelações, Britney apontou que mentiu sobre sua felicidade na internet, que foi obrigada a fazer shows seguidos sem ter direito a descansar e ainda comparou sua situação ao tráfico sexual, alegando que teve seus documentos confiscados para que não pudesse “fugir” do trabalho.

Meses depois, Jamie Spears entregou uma petição apontando que “eventos recentes” — como o tribunal ter permitido que a própria cantora escolhesse um advogado — o fizeram questionar se Britney ainda precisa de alguém para supervisionar seus assuntos pessoais e suas finanças.

Em um comunicado à Rolling Stone, o advogado Mathew Rosengart falou sobre a atual situação da cantora:

Estamos satisfeitos com as recentes concessões forçadas de Spears, e minha cliente espera o término imediato da tutela e sua liberdade.

Britney Spears não será mais intimidada. Estamos avançando com nossa petição de 26 de julho de 2021 para a suspensão de James P. Spears, que é um pré-requisito para a restauração imediata da dignidade e dos direitos fundamentais da minha cliente.

O advogado ainda reforçou que uma investigação da alegada “conduta financeira e abusiva de Jamie” está em andamento.

Ontem, te contamos que novos detalhes dessa longa batalha entre Britney e seu pai vão ser revelados no novo documentário anunciado pela Netflix, Britney vs Spears. Assista ao trailer aqui.

   
Nosso site utiliza de cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Consulte nossa Política.
 
Compartilhar