John Frusciante fala sobre Nevermind, do Nirvana
Reprodução/YouTube
 

Apesar de ser o disco de maior sucesso do Nirvana, o aniversariante Nevermind (1991) divide opiniões até hoje. Uma das pessoas a compartilhar uma opinião negativa sobre o disco foi John Frusciante, guitarrista do Red Hot Chili Peppers.

Em uma entrevista antiga do jornalista Patrick Kendall, resgatada por um canal brasileiro, Frusciante se mostrou um grande fã da banda, revelando até que tem “tudo que se possa imaginar” do grupo. O disco de 1991, porém, é de longe o que ele menos gosta. O músico, aliás, o descreveu como “Punk para universitários”.

John conta que conheceu a banda pouco antes de Bleach (1989) e disse que até aparece em uma foto de um show da época. Depois de elogiar a voz de Kurt Cobain e a energia do grupo à época, ele completa:

Eu não era tão fã do ‘Nevermind’ quando foi lançado. Muitas pessoas me odeiam por dizer isso, mas já que sou do Punk desde que eu tinha 9 anos, eu não era muito fã da ideia do Punk ser ouvido pela massa, que é o que aquele álbum era: Punk para universitários.

Ele ainda afirma que gosta de algumas músicas do álbum, mas que seu preferido mesmo é In Utero, de 1993, o último disco de estúdio do Nirvana:

A voz de Kurt é obviamente uma voz gritante e incrível, até no ‘Nevermind’ já era, mas eu realmente amo a intensidade e a realidade dela em ‘In Utero’. Não parecia ser ideia de um produtor. Parecia que eles estavam tocando a música que [eles queriam], e por isso, para mim, é o melhor álbum deles.

Assista ao trecho da entrevista abaixo, legendado, assim como a entrevista completa com o guitarrista.

LEIA TAMBÉM: Em vídeo hilário, Red Hot Chili Peppers anuncia turnê mundial com John Frusciante

John Frusciante fala sobre “Nevermind”

   
Nosso site utiliza de cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Consulte nossa Política.