Mark Hoppus, do blink-182, aparece careca
Reprodução/Instagram
 

A situação de Mark Hoppus infelizmente não está nada fácil.

O icônico baixista e vocalista do blink-182, extremamente querido por fãs do Pop Punk ao redor do mundo, divulgou há alguns dias que está fazendo um tratamento contra o câncer.

O músico ainda não deu grandes detalhes sobre a sua situação, mas hoje (11) compartilhou uma história pra lá de triste em seu Twitter sobre o momento que vive e como tudo pode mudar nos próximos dias:

Peço desculpa se estiver compartilhando coisa demais mas é tão surreal pensar que essa semana eu vou fazer um exame que pode muito bem determinar se eu vou viver ou morrer. Eu agradeço a todos pelos pensamentos positivos e [palavras de] encorajamento. Eu leio todas as respostas de vocês e significa o mundo pra mim. Obrigado.

Eu vou vencer isso pela quimioterapia ou pelo transplante de medula óssea, mas de qualquer jeito eu estou determinado a chutar a bunda do câncer diretamente nas bolas. Vamos. Detonar. Essa.

Continua após o Tweet

Mark Hoppus e seu “Jardim do Câncer”

Naturalmente, Mark recebeu uma chuva de apoio de seus fãs com a publicação. Muito tristes por toda a condição do baixista, vários publicaram recordações de boas memórias que tiveram graças a ele ou com ele.

Essas declarações se juntam ao apoio de seus colegas de profissão, como o baterista Travis Barker e o ex-frontman do blink Tom DeLonge, que chegaram a declarar Hoppus como um “super-humano”.

Recentemente, aliás, Mark também fez um post no Instagram mostrando o seu “Jardim do Câncer”, uma nova tentativa do vocalista de encontrar paz em sua própria casa através de uma conexão com as plantas. Ele compartilhou registros do local e escreveu:

Pessoal dos cactos. Esse é o meu cereus azul com crista com mutações. Na ponta da seção sem mutações há uma nova área com crescimento que eu pensei que poderia ser uma flor, mas agora tem espinhos saindo de lá. Seria isso um novo crescimento normal? Mais mutações? Flor? Eu montei um pequeno jardim do câncer no quintal com variações mutantes porque eu me sinto conectado a elas através da mutação das minhas próprias células. Eu sento aqui de manhã com elas, bebendo meu café, e ficamos tipo ‘bom isso é estranho…’

A maioria dos comentários veio em forma de apoio a Mark, mas algumas pessoas tentaram responder o questionamento do músico e acreditam se tratar de uma nova mutação, mas sem dar muita certeza. Há a possibilidade de ser uma flor, de acordo com os fãs, e torcemos para que assim seja — da mesma forma que torcemos pela recuperação plena e rápida de um dos ícones mais importantes da música.

Fique bem, Mark! Você pode ver as fotos do “Jardim do Câncer” logo abaixo ou clicando aqui.

LEIA TAMBÉM: Os 10 maiores nomes da história do Pop Punk

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Mark Hoppus (@markhoppus)

 
Compartilhar