Evan Greer
Foto: Kayana Szymczak
 

Desde 2009, 31 de Março é dedicado anualmente à celebração do Dia Internacional da Visibilidade Transgênero, servindo para amplificar as vozes, os direitos, as histórias e as contribuições de pessoas trans ao redor do mundo, além da luta por acolhimento, alimentação, segurança e justiça.

Para marcar este dia, a cantora, compositora, artista pop-punk e ativista de Boston, Evan Greer (ela/elus), divulgou ontem o videoclipe de seu novo single, “The Tyranny of Either/Or”, definido pela própria como “uma carta aberta raivosa para TERFs e outros transfóbicos”. Ela continua: “Pessoas que estão com raiva das mesmas coisas podem cantar junto com a música e sentir algo. E isso é realmente poderoso”.

O vídeo traz uma compilação de imagens inesquecíveis e políticas, transformando-se em um pequeno documentário e uma verdadeira aula de história sobre o movimento de liberação trans e queer, já que, nas palavras de Greer, “muito dessa história está oculta e inacessível, especialmente para jovens trans e pessoas que não se conformam com o gênero”.

Feito por Gaetano Vaccaro, o material inclui cenas do motim ocorrido em 1966 em São Francisco, na Compton’s Cafeteria (como um basta ao assédio policial a drag queens, pessoas trans e profissionais do sexo), contribuições de Marsha P. Johnson e o discurso antológico da saudosa ativista nova-iorquina Sylvia Rivera, feito na década e 1970, no Dia da Libertação, na Christopher Street.

Além do vídeo, que você confere logo abaixo, a faixa foi liberada à venda através do Bandcamp e toda renda será destinada ao instituto Marsha P. Johnson, que também aceita doações diretas por aqui. A letra da canção inclui trechos como “nós só queremos ser nós mesmos / nós só queremos viver nossas vidas”.

Em tempo, “The Tyranny of Either​/​Or” é mais uma música que Evan Greer antecipa de seu segundo álbum de estúdio, Spotify is Surveillance (sucessor de she/her/they/them, de 2019), cujo lançamento está agendado para o dia 9 de Abril via Get Better Records e Don Giovanni Records.

Evan Greer – “The Tyranny of Either/Or”