Gabigol e Dfideliz
 

Dfideliz se viu envolvido em uma confusão com as torcidas de Corinthians e Palmeiras.

O rapper é uma das vozes de uma faixa de Trap que será lançada nesta quinta-feira (11) em homenagem ao time alvinegro. Além dele, nomes como Jé Santiago, Onnika, Kuririn, Fleezus, Bone e Veigh também estão no single.

Acontece que, até 2018, o músico era torcedor do Palmeiras (!) — e isso não pegou bem com os torcedores corintianos. A coisa se espalhou tão rápido que até José Calagrossi, diretor de Marketing do Timão, teve que se explicar. Em resposta a um seguidor, ele disse (via Rap+):

Fomos informados por ele e pelos outros artistas do clipe que ele se tornou corintiano, de verdade, em 2018. Isso nos foi confirmado por todos que participaram da produção do videoclipe que vai ao ar na quinta-feira.

Em uma live no Instagram, porém, Dfideliz demonstrou estar chateado com a situação, e revelou ter pedido para ter seus versos retirados da canção. O rapper ainda diz que não sabe se terá seu pedido atendido, já que o lançamento está próximo e a música já foi enviada para todas as plataformas.

Ele ainda afirmou que era palmeirense na infância, mas que isso “já tem tempo”. Apesar disso, há postagens dele celebrando o time alviverde em 2018.

Que barra, hein?

Dfideliz

Com quase 2 milhões de ouvintes mensais no Spotify, o rapper brasileiro é um dos nomes mais quentes da atualidade e recentemente apareceu no hit “Tá com o Papato”.

O som é um lançamento do aclamado produtor e beatmaker Papatinho que ainda conta com o rapper BIN.

Outro lançamento recente, Mi Casa Su Casa, traz uma foto do rapper com a camiseta do Corinthians na capa.

BIN, por sua vez, esteve na nossa lista de 50 Melhores Discos Nacionais de 2020 com o seu álbum de estreia, Para Todas As Mulheres Que Já Rimei.

 
 
Compartilhar