Jon Schaffer, guitarrista e fundador do Iced Earth
Foto: Instagram @jonschafferofficial
 

É, parece que Jon Schaffer se colocou em uma situação bem, bem complicada.

Ícone do Metal por seu trabalho como guitarrista e líder do Iced Earth, o cara achou que seria uma ótima ideia participar da invasão ao Capitólio em nome do ex-presidente Donald Trump e, é claro, surgiram diversos registros de seu envolvimento no motim que causou mortes.

Ele foi preso eventualmente e está sob custódia do governo do país desde então, mas agora o repórter Brock E.W. Turner, do estado de Indiana (onde Schaffer residia), avisa que ele foi transferido para Washington, capital dos EUA, e foi entregue aos U.S. Marshals, o Serviço de Delegados dos EUA que é conhecido por tratar de ameaças terroristas e outras coisas do tipo.

Jon Schaffer e invasão ao Capitólio

A lista de acusações contra o músico simpatizante da extrema direita é bem extensa: Schaffer será julgado por seis crimes cometidos durante o incidente do dia 6 de Janeiro, dentre os quais está o uso de um “spray anti-ursos” contra oficiais de justiça. Você pode ver a lista completa por aqui.

Vale lembrar, ainda, que a gravadora Century Media já rompeu todos os laços não apenas com o Iced Earth mas também com o projeto paralelo de Jon, Demons & Wizards.

 
Compartilhar