Gene Simmons e Nirvana
 

Que o Nirvana é uma banda irreverente todos nós já sabemos, mas o produtor Steve Albini (In Utero, etc.) contou recentemente uma história sensacional que surpreendeu até quem já sabe das peripécias de Kurt Cobain e companhia.

Aparentemente, o trio foi convidado para participar de um disco em tributo ao KISS enquanto estava nas sessões de In Utero mas não queria fazê-lo. Albini conta que a solução encontrada foi basicamente passar um trote para Gene Simmons:

Eles não queriam fazê-lo. Mas eles particularmente não queriam falar com o Gene Simmons, então eles me pediram para ligar e fingir que eu era o Kurt. Isso foi bem engraçado. Basicamente eu meio que fui balbuciando uma desculpa que fez com que eles pudessem não fazê-lo sem ter que dizer que eles não queriam estar em um disco de tributo ao KISS.

A fala aconteceu no podcast whatever, nevermind (via Loudwire), disponível na íntegra ao final da matéria, e ele também ressaltou que curtiu demais as sessões do álbum em questão, dizendo ainda que os membros da banda eram “pessoas que amavam a diversão” e “divertidos” de ter por perto.

Quer mais provas disso? O produtor falou que durante as sessões do disco ainda rolou um outro trote para Eddie Vedder (Pearl Jam), no qual o Nirvana e Steve fingiram ser o produtor Tony Visconti, que trabalhava com David Bowie. Não é à toa que Eddie tinha uma certa treta com os caras…

A fala de Steve Albini sobre os trotes está próxima da marca de 55 minutos do podcast.

LEIA TAMBÉM: Nirvana: produtor diz que música mais dura de Nevermind “é sobre o Kurt”