Dr. Dre na Calçada da Fama em 2018
Foto de Dr. Dre via Shutterstock

Nicole Young, ex-esposa do rapper Dr. Dre, está alegando que sofreu uma série de abusos físicos e psicológicos durante os 24 anos em que estiveram juntos.

Através de documentos judiciais divulgados recentemente pelo jornal Daily Mail (via hnhh) e que foram protocolados dias antes de Dre ser internado na UTI após sofrer um aneurisma cerebral, Young descreve como o produtor musical chegou a apontar uma arma contra sua cabeça e socá-la no rosto.

Entre as fortes declarações, Nicole relatou que:

André (nome de batismo de Dr. Dre) apontou uma arma para minha cabeça em duas ocasiões, no dia 8 de Janeiro de 2000 e no dia 20 de Novembro de 2001. Ele me deu um sono na cabeça/rosto em duas ocasiões, em 1999 e em 8 de Janeiro de 2000.

A ex-esposa do produtor musical disse também que atualmente sofre de síndrome de estresse pós-traumático por causa de todos os episódios de “raiva” de Dre que ela vivenciou. “Ele dizimou minha personalidade verbal e emocionalmente”, descreveu.

Dr. Dre

Em Setembro, Nicole entrou com um pedido na justiça exigindo cerca de U$2 milhões (aproximadamente R$10,5 milhões) de pensão alimentícia mensal, leia aqui.

Dre só concordou com o pagamento na última semana, quando já estava hospitalizado e informou que o valor seria para “pagar pelas despesas de manutenção dos próximos meses”.

Sobre nunca ter denunciado as agressões para a polícia ao longo do casamento, Nicole confessa que o medo que sentia do ex-marido “superava qualquer confiança” que ela poderia ter de que as autoridades iriam conseguir ajudá-la.

Dre já teria negado as acusações de Nicole, mas nos novos documento sua ex-companheira afirma que ele “mente descaradamente” e que deixou claro todos os detalhes “dolorosos” do abuso que sofreu de André durante o relacionamento.

 
Compartilhar