Pessoa jogando videogames
Foto por Ira Lee Nesbitt via Pixabay
 

Um estudo realizado pelo SAGE, Grupo Científico de Conselhos para Emergências, deu uma sugestão sensacional para incentivar o isolamento durante a pandemia: videogames gratuitos.

Segundo o relatório publicado pelo grupo britânico, com o segundo lockdown acontecendo no país, o índice de pessoas entre 18-29 anos aderindo às recomendações do governo tem estado em queda e a ideia do estudo é justamente encontrar formas de incentivar esses jovens adultos a ficarem em casa.

Apesar da pesquisa ter mostrado “grande motivação para aderir” ao isolamento, o SAGE aponta a “falta de confiança no governo e falta de informações claras” como os motivos principais pelos quais essa faixa etária estaria se recusando a cumprir as ordens.

Sendo assim, a solução oferecida é justamente a de distrai-los por meio de “bom apoio financeiro” e usando outras táticas, como por exemplo a distribuição de games gratuitos, além do oferecimento de dados móveis e pacotes de streaming.

Videogames no isolamento

O estudo justifica essa escolha dizendo que “pessoas jovens são mais orientadas a experiências e recompensas imediatas do que consequências de longo prazo”, ou seja, é uma boa tática pensar em “recompensas de curto prazo pela aderência”.

Não fica claro que tipos de videogames deveriam ser oferecidos, e também é difícil pensar que o governo britânico (quanto mais outros, como o nosso) irá de fato adotar essa medida. Mas que parece ser uma boa ideia, parece!