Halsey e Bernie Sanders
Reprodução/Twitter
   

As eleições nos EUA estão se aproximando e a cantora Halsey decidiu tomar uma atitude depois de ver o show de horrores que foi o debate presidencial entre Donald Trump Joe Biden no dia 29 de Setembro.

No dia seguinte à exibição deste, ela procurou o Senador do Partido Democrata e ex-candidato à presidência Bernie Sanders para falar sobre questões como a sua própria vida antes da fama, nascendo em uma “família de classe mais baixa” e lidando com situações “realmente prejudicadas”, até conquistar uma situação melhor com sua música.

Leia um trecho (via NME):

Agora, como adulta, com 26 anos de idade, eu sou parte do 1%. Ter essa mudança de perspectiva, dada a habilidade de ver as coisas dos dois lados, há uma coisa que eu sei que é fato: é que, para mim pessoalmente, não há quantia de dinheiro que eu imagine que faça valer contribuir pessoalmente para a alienação, a privação de direitos de milhões — centenas de milhões de pessoas através deste país [EUA] — e é por isso que, ainda que esteja no 1%, eu apoio que os ricos paguem mais impostos. Porque eu acredito que as pessoas que se opõem a isso são motivadas pela ganância.

Bernie Sanders concordou com a artista e apontou ainda para o fato de que 1% dos cidadãos dos EUA detêm a mesma riqueza que os 92% menos favorecidos, levando Halsey a concluir que “precisamos erradicar os bilionários” por ser um “conceito absolutamente ridículo”.

Os dois também declararam apoio a Biden, representante do Partido Democrata, para as eleições desse ano.

Veja essa conversa na íntegra pelo vídeo abaixo.

Halsey conversa com Bernie Sanders

 
 
Compartilhar