Paul McCartney e George Harrison
Fotos via Reprodução/YouTube e Wikimedia Commons
   

O mundo da música inteiro parou quando o ex-Beatle e lenda da música George Harrison faleceu em 2001, e é claro que seus companheiros de banda ainda vivos — Paul McCartney e Ringo Starr — estiveram entre os mais impactados.

Já falamos por aqui sobre uma entrevista em que Ringo relembrou as últimas palavras do companheiro de banda, mas agora encontramos um vídeo que mostra a reação quase imediata de Paul ao falecimento do colega, já que repórteres se aglomeraram na propriedade do músico para perguntar sobre o ocorrido.

É claro que isso criou uma situação bem desconfortável para Macca, que ainda assim se mostrou disposto e perguntou “Como posso ajudar?” aos jornalistas que o procuravam em um momento tão pessoal e que deveria ser reservado.

Ele acabou novamente acusado de ter uma reação fria, da mesma forma que ocorreu quando John Lennon foi assassinado. No entanto, muitos dizem que ele está apenas lidando com tudo da melhor forma que pode e é bem possível que esse realmente seja o caso.

Em seu discurso sobre George, ele diz:

Eu estou muito triste, devastado. Nós sabemos que ele estava doente há muito tempo e, é apenas muito triste saber que ele partiu. Eu falei com a Olivia [Harrison, esposa dele] e ela está sendo muito forte, e eu gostaria de pedir às pessoas possivelmente que fossem muito gentis com ela e com o Dhani, o filho dele, nesse momento.

Ele me amava, cara, e eu o amava profundamente. Nós crescemos juntos e eu gosto de relembrar todas as ótimas coisas que vivemos juntos em Liverpool e com os Beatles e desde então, na realidade. Então estou muito triste por ele, pela família dele e por todos nós.

Era um cara fantástico, um homem amável. Um ótimo senso de humor. Eu tive a sorte de vê-lo algumas semanas atrás e ele ainda estava rindo e fazendo piadas; um homem muito corajoso. E eu só me sinto privilegiado por tê-lo conhecido e eu o amo como um irmão. É um dia muito triste para mim e para todas as pessoas, mas ele gostaria que nós nos ajeitássemos e fôssemos cheios de amor, e que lembrássemos dele como o grande homem que foi.

Paul ainda conta alguns detalhes sobre a situação da família na entrevista, que você pode conferir na íntegra pelo vídeo abaixo.

LEIA TAMBÉM: “Quer que eu vá com você?”: Ringo Starr e as emocionantes últimas palavras de George Harrison

Reação de Paul McCartney à morte de George Harrison