Se você é fã de filmes pós-apocalípticos, é bem provável que esteja lidando com a pandemia do novo Coronavírus melhor do que a maioria das pessoas.

Pelo menos é o que diz um novo estudo da Universidade de Chicago, publicado recentemente (ainda sem revisão) e citado pela NME. Um dos pesquisadores envolvidos, o psicólogo especializado em curiosidade mórbida Coltan Scrivner explicou o raciocínio:

Ao custo de um pesadelo em uma noite, você pode aprender como fica o mundo com uma pandemia. [É tipo brincar de pique-esconde.] Não é como se você estivesse pensando, ‘Isso é o que eu vou fazer quando alguém me perseguir’, mas você está construindo um conhecimento que você pode puxar depois mesmo inconscientemente.

O estudo em questão envolveu uma pesquisa com 310 voluntários que, mesmo controlados por idade, sexo, ou gosto geral por filmes, trouxeram resultados convincentes.

Os cientistas perceberam que os fãs de filmes de terror não se estressavam tanto com a pandemia quanto a maioria, mas foram os fãs de filmes pós-apocalípticos que ganharam o posto de mais resilientes e melhor preparados, tanto mentalmente quanto na prática.

Filmes pós-apocalípticos

Vale lembrar que Contágio (2011) teve um pico de visualizações quando a pandemia tomou conta do mundo, justamente por suas similaridades com a situação que estamos tendo na vida real.

Além desse, outro filme que é citado como exemplo é Ao Cair da Noite (2018) e certamente há inúmeros outros por aí como Skyline — A Invasão (2010) e O Abrigo (2011). Bom, não custa tentar, né?