Dame Vera Lynn
Foto Stock via Shutterstock
Ouça playlist com clássicos do Rock!  

Morreu aos 103 anos a cantora Vera Lynn, símbolo de esperança da II Guerra Mundial e personagem de uma faixa do disco The Wall, do Pink Floyd. O local e a causa da morte da artista não foram divulgados.

“We’ll Meet Again”, composta por Ross Parker e Hughie Charles, e gravada por Vera em 1939, se tornou o tema do Reino Unido durante o período de guerra e, posteriormente, um clássico da cultura britânica.

Com uma melodia cheia de esperança, a canção fala sobre como “nos encontraremos novamente, não sei onde, não sei quando, mas eu sei que nos encontraremos de novo, em um dia ensolarado”, e era entoada nas despedidas de combatentes que iam para a guerra.

Em 1979, o Pink Floyd a citou na música “Vera”, do disco The Wall. A canção fala sobre um filho que nunca mais vê seu pai, morto nos combates, e faz uma relação de “cobrança” com um quê irônico sobre como a cantora prometeu a volta de todos os oficiais:

Alguém aqui se lembra de Vera Lynn? Se lembra como ela disse que nos encontraríamos novamente num dia ensolarado? Vera! Vera! O que aconteceu com você? Alguém por aqui sente o mesmo que eu?

Vera Lynn

Vera Lynn nasceu em 1917 no subúrbio de Londres. Começou a atuar aos 7 anos e a cantar aos 18. Aos 19 gravou seu primeiro disco solo e entre 1939 e 1945 ganhou dos soldados da segunda guerra o título de queridinha das forças armadas.

Além de ter atuado para as tropas britânicas em países como Egito e Índia, Vera já foi homenageada pela Rainha Elizabeth II e também já se dedicou à causas como o câncer de mama e a paralisia cerebral.

Sua última aparição pública foi em 2005 no 60º aniversário da vitória dos aliados na II Guerra Mundial.

O primeiro-ministro britânico Boris Johnson reagiu à morte da artista que ele classificou como a voz que elevou o espírito do Reino Unido em um de seus momentos mais difíceis. “Seu charme e sua voz mágica vão continuar aquecendo os corações das próximas gerações”, declarou.

Versão de Johnny Cash

Em 2002, apenas um ano antes da sua morte, Johnny Cash lançou o quarto disco da série “American” com American IV: The Man Comes Around.

No álbum estão covers de bandas e artistas como Sting, The Beatles, Depeche Mode e mais.

A faixa de despedida do álbum é justamente “We’ll Meet Again”, que conta com backing vocals de pessoas próximas ao músico e sua família. Nesse disco está o mega hit “Hurt”, uma cover de Nine Inch Nails.

Por Felipe Tellis e Tony Aiex

 
Compartilhar