Rage Against The Wash Machine
Fotos: YouTube / Shutterstock
 

Por incrível que pareça, algumas pessoas estão descobrindo apenas agora, em pleno 2020, que o Rage Against the Machine tem posicionamentos políticos.

Como te contamos nessa matéria, um fã da banda chamado Scott Castaneda fez um Tweet nos últimos dias que dizia:

Eu era fã até você mostrar suas opiniões políticas. Música é meu santuário e a última coisa que eu quero ouvir é merda política quando estou ouvindo música. No que depender de mim você e a Pink já eram. Continue falando besteira e estragando sua base de fãs.

A isso, Tom Morello prontamente respondeu perguntando ao cara qual música do Rage Against NÃO tinha “merdas políticas” pois ele iria deletá-la do catálogo e a internet caiu na risada. Somando-se ainda o fato de que Morello recentemente relembrou o dia em que esfregou o seu diploma de cientista político de Harvard na cara de um fã chato, os memes estão surgindo aos montes.

Porém, a maior parte vem acompanhada de um questionamento relacionado ao nome da banda: em português, Rage Against the Machine significa “Raiva Contra a Máquina”. Então, a qual máquina essas pessoas achavam que era direcionada essa raiva?

Temos 10 sugestões logo abaixo e você também pode tentar nos ajudar a descobrir a resposta certa!

Por Tony Aiex e Felipe Ernani

 

10 Máquinas das quais o Rage Against tinha raiva?

Máquina de Xerox

Máquina de Xerox

Afinal de contas, quantas vezes não gastamos horas na livraria quando éramos estudantes porque ela não estava funcionando?!

 

Caixas Eletrônicos

Caixa eletrônico
Foto Stock via Shutterstock

Talvez a culpa não seja exatamente da máquina, mas parece que nunca temos dinheiro suficiente pra sacar, não é mesmo?

 

Celulares

Raiva com o Celular
Foto Stock via Shutterstock

É, a gente entende. Esse negócio de internet na palma da mão, ZapZap, Instagrão e afins não é pra qualquer um!

 

Máquina de Sorvete

Máquina de Sorvete
Foto Stock via Shutterstock

Não faria nenhum sentido, mas sei lá, né? Vai que algum dia desses um dos integrantes queria muito um sorvete e não conseguiu!

 

Instrumentos Musicais

Violão quebrado
Foto Stock via Shutterstock

Ah, quando aquela corda estoura bem na hora do solo, o amplificador fica dando mau contato e o pedal resolve não funcionar na hora certa. Uma raiva incontrolável!

 

Televisão

Televisão fora do ar
Foto Stock via Shutterstock

Quando o RATM começou as suas atividades lá nos Anos 90, a gente ainda fazia uso do bom e velho Bombril na antena para sintonizar os programas favoritos!

E, olha, quando não dava certo a raiva era grande, hein…

 

Máquina de Escrever

Máquina de Escrever
Foto Stock via Shutterstock

Apesar de alguns jovens de hoje em dia estarem adorando o conceito de “Teclado + Impressora”, a gente sabe que as máquinas de escrever viviam dando problema e digitar naqueles trambolhos era uma tarefa inclusive cansativa.

Deve ser contra isso que o RATM escreveu canções como “Guerrila Radio”. Só pode.

 

Máquina de Comidas e Bebidas (Vending Machine)

Vending Machine
Foto Stock via Shutterstock

Ah, agora sim! Não há mais dúvidas: definitivamente Zack De La Rocha, Tom Morello, Tim Commerford e Brad Wilk se rebelaram contra as máquinas de vendas de comidas e bebidas.

Afinal de contas, elas sempre estavam com defeito e, quando não engoliam as suas moedas, estavam funcionando mas não tinham nenhum produto desejado.

Quanta raiva!

 

“Mães”

Mãe Briga com o Filho
Foto Stock via Shutterstock

Não, mães não são máquinas, mas será que o nome da banda não seria uma metáfora elaborada para aquela sexta-feira à noite em que você queria sair para aquela festa mas recebeu um não bem dado de sua progenitora? Subliminar…

 

Máquina de Lavar Louças

Máquina de Lavar Louça
Foto Stock via Shutterstock

Bom, quem sabe alguém do Rage Against The Machine tenha ficado realmente pistola quando percebeu que, além de você ter que dar uma lavada prévia na louça antes de colocar na máquina, nem sempre ela lava tudo direito ao final.

Aí teriam surgido clássicos como “Calm Like A Bomb”, “Take The Power Back” e, claro, “Freedom”, sobre lavar a sua própria louça com as mãos.