Lucas Oliveira é um músico de Belo Horizonte que já apareceu aqui no TMDQA! com sua antiga banda, a Vaga Luz.

Em 2020, o cara resolveu assumir o apelido de “Bonza” e gravou um disco com esse nome que parece cair como uma luva para nos acalmar em tempos difíceis de quarentena e tanta bobagem sendo dita na TV e na Internet.

Bonza é um álbum de 7 faixas e 29 minutos, daquele para ouvir rapidinho, colocar no repeat e ouvir de novo.

Ao lado de Lucas, aparecem músicos convidados como Jay Horsth (Young Lights), Gui Hargreaves, Danuza Paz, Henrique Cunha, Dorinha e Lucca Noacco.

Ao falar sobre as canções, Bonza nos explicou:

O processo contou com vários amigos e músicos da cena de BH. Foi algo sereno e aberto, um clima que reflete no disco. A faixa ‘Evaporar’, primeira do álbum, conta com Gui Hargreaves, que a principio não estava escalado para fazer a participação.

Em uma visita ao estúdio do Léo (Ilha do Corvo) acabou que ele fez um dos vocais mais marcantes do álbum. O Lucca Noacco também não estava nos planos na pré produção. A faixa ‘Sara’ seria mais um folk tocado somente no violão, mas virou, nas mãos do Lucca, um encontro entre Milton Nascimento e Radiohead!

Contei com a participação especial da minha noiva na faixa ‘Ímpar’, e ela nunca tinha cantado em um estúdio antes. A mesma faixa contou com a participação do meu parceiro de Vaga Luz, André Carvalho, que enviou os arranjos de baixo, teclado e cordas direto de Los Angeles. Foram com situações assim, sem planejamento e com muitos talentos em volta, que o disco foi se costurando!

Ouça o álbum logo abaixo!