E3 2020
 

Electronic Entertainment Expo, mais conhecida como E3, é famosa por ser basicamente a maior conferência de videogames do mundo. E neste ano de 2020, as empresas precisarão de outra plataforma para mostrar suas novidades.

Em um comunicado publicado pela Variety, a organização confirmou o cancelamento do evento que ocorreria em Junho devido aos medos relacionados ao coronavírus:

Depois de cuidadosa consultoria com nossos membros sobre a saúde e segurança de todo mundo em nossa indústria — nossos fãs, nossos empregados, nossos expositores e nossos parceiros de longa data da E3 — tomamos a difícil decisão de cancelar a E3 2020.

Após crescentes e esmagadoras preocupações com o vírus COVID-19, sentimos que essa é a melhor forma de proceder durante uma situação global sem precedentes. Estamos muito desapontados em não poder continuar esse evento por nossos fãs e apoiadores. Mas sabemos que é a decisão correta baseado na informação que temos hoje.

Problemas com a E3 antes do coronavírus

Apesar de ter citado o surto da doença como motivo, especula-se que a conferência já vinha considerando o cancelamento desde antes. Isso porque pela primeira vez em muitos anos, alguns dos maiores expositores estavam boicotando a feira.

É o caso da Sony, que tem planos de lançar o PlayStation 5 ainda este ano, e falou em Janeiro que “não sentimos que a visão da E3 2020 é a plataforma adequada para o que estamos focados neste ano”.

Em um Tweet oficial do chefe da XboxPhil Spencer, a empresa também já se mostrou adaptada aos novos planos. Para “celebrar a próxima geração” de videogames, a Equipe Xbox irá realizar um evento digital cujos detalhes serão divulgados em breve.