Alice In Chains e Stone Temple Pilots
 

29 de Setembro de 1992: que dia para a história do Rock And Roll.

Foi nessa data que vieram ao mundo dois dos mais importantes exemplares do grunge dos anos 90, na forma de Dirt, o segundo disco de estúdio do Alice In Chains, e Core, álbum de estreia do Stone Temple Pilots.

Além da data e do mesmo gênero, em comum as duas bandas ainda tinham um elemento muito forte: performances incríveis de seus vocalistas.

Foi justamente aliando guitarras afiadas e letras pesadas sobre assuntos como dor, raiva e depressão a vozes que alternavam entre momentos calmos e explosivos que tanto Layne Staley quanto Scott Weiland conseguiram conversar com uma geração de adolescentes que começavam a ter ídolos que os entendiam.

Enquanto o Stone Temple Pilots ainda somava elementos do hard rock e do rock alternativo, o Alice In Chains enchia sua sonoridade com traços do heavy metal, e mesmo vindo de locais diferentes (Califórnia e Seattle) e com ideias diferentes, acabaram lançando dois marcos da década de 90 no mesmo dia.

Dirt chegou ao sexto lugar da Billboard 200, a parada mais importante dos Estados Unidos, enquanto Core se deu ainda melhor e, impulsionado por singles como “Sex Type Thing” e “Plush”, alcançou a terceira posição. O país e o mundo eram tomados pela onda grunge que tinha nomes gigantescos como Nirvana, Soundgarden e Pearl Jam, e começava a dar espaço para todas essas outras bandas que também conversavam com a mesma base de fãs.

Infelizmente as coincidências não pararam por aí, e do mesmo jeito que seus vocalistas apresentavam performances incríveis em estúdio e nos palcos, tiveram finais de vida bastante trágicos.

Layne Staley, do Alice In Chains, morreu em 05 de Abril de 2002, aos 34 anos de idade, quando foi encontrado em casa pesando menos de 40 quilos e cercado por drogas.

Já Scott Weiland nos deixou recentemente, em Dezembro de 2015, quando foi encontrado morto em um ônibus que o levava em carreira solo. O motivo: overdose acidental de álcool, cocaína e outras drogas.

Atividade

Apesar de perderem seus vocalistas, as bandas continuam em atividade.

O Alice In Chains se consolidou já há algum tempo com William DuVall nos vocais, que entrou na banda em 2006.

Já o Stone Temple Pilots tocou por um tempo com Chester Bennington, que saiu da banda em 2015 e faleceu em 2017. Nos últimos dois anos o grupo está sem vocalista mas, há alguns dias, confirmou que trabalha em segredo com um novo nome e vem ensaiando seu retorno.

 

25 anos depois hoje é dia de celebrar as obras de duas das bandas mais influentes da década de 90. Coloque Dirt e Core para tocar bem alto!

 
Compartilhar