Janeiro sempre traz uma onda de otimismo. Quando o assunto é cinema, motivo não falta: é geralmente nessa época do ano que chegam ao Brasil os filmes mais cotados para a temporada de premiações. Mas nem só de Oscar vivem os cinéfilos, porque 2016 promete tornar realidade uma variada gama de produções para agradar a todos os gostos. De franquia de sci-fi a sequências de filmes ressurgidos das cinzas, passando por animações hypadas, dramas históricos e super-heróis improváveis, esse tem tudo pra ser um ano de grandes expectativas (e, por que não?, de grandes surpresas também).

Que venha 2016!

Animais fantásticos e onde habitam

fantastic-beasts-08

Estreia: 17/11

O mundo de Harry Potter está de volta em Animais Fantásticos e Onde Habitam, baseado no livro de mesmo nome lançado por J. K. Rowling em 2001. Eddie Redmayne (A Teoria de Tudo, A Garota Dinamarquesa) interpreta o papel principal: Newt Scamander, um magizoologista que traz em sua maleta uma infinidade de animais mágicos que acabam escapando. O problema é que a comunidade bruxa de Nova York, onde se passa a história, não aceita qualquer exposição ao mundo trouxa. O filme foi bem recebido não apenas por trazer de volta o mundo mágico criado por Rowling, mas também por colocar a autora como roteirista. Agora resta saber como ela fará a expansão de um livro didático usado pelos alunos de Hogwarts em uma aventura completa. Uma coisa é certa: as altas apostas no filme já trouxeram a confirmação de duas sequências, previstas para 2018 e 2020.

As Caça-Fantasmas

ghostbusters-2016-officialEstreia: 14 de julho

O diretor Paul Feig pegou um grupo de madrinhas de casamento e as transformou em uma das comédias mais rentáveis e bem sucedidas dos últimos anos. O resultado foi Missão Madrinha de Casamento. Depois, ele pegou uma protagonista improvável, uma agente que passou a vida atrás de uma mesa, e a transformou em uma super espiã, em A Espiã Que Sabia de Menos. Não é de se surpreender que logo ele tenha assumido esse elenco completamente inesperado para um novo Caça-Fantasmas. A premissa é a mesma, mas a mudança é significativa: ao invés de atores, quem está no comando da história são atrizes. Mais do que isso, são mulheres como Melissa McCarthy e Kristen Wiig, que vêm se destacando na comédia e desafiam o antigo preconceito de que 1) mulheres não são boas comediantes e 2) filmes estrelados por atrizes não dão dinheiro. Somando tudo isso ao fator ‘nostalgia’, já dá pra dizer que a pressão sobre As Caça-Fantasmas começou bem cedo. Ainda bem que a espera está prestes a acabar.

Batman vs. Superman: A Origem da Justiça

batmanvssuperman

Estreia: 24 de março

Batman vem de uma trilogia bem sucedida, que reinseriu o Homem Morcego com força total na cultura pop sob o comando de Christopher Nolan. Já Superman é um herói que vira e mexe passa por uma reinvenção – seja no Retorno, de Bryan Singer, ou no Homem de Aço, de Zack Snyder. Ou seja: não tinha a menor chance de essa nova aposta da DC não gerar expectativas à altura. Até porque só de imaginar uma batalha entre dois dos maiores heróis que o mundo conhece já dá para sentir a proporção que as coisas vão tomar. Pra completar, vieram trailers e teasers que trouxeram uma boa carga de referências aos quadrinhos, capas ao vento e tretas na chuva. De quebra, o público leva a primeira aparição da Mulher Maravilha nesse novo universo, atendendo pedidos em especial da parte feminina do público, que querem ver mais personagens fortes. No caso da Mulher Maravilha, “forte” é só apelido. Ainda no quesito novidades, o mundo vai poder responder às perguntas que não querem calar: será Bem Affleck um bom Batman? O Universo DC no cinema vai mesmo sair do papel?

Bourne 5

bourne5

Estreia (prevista): 29 de julho

Faltam pouco mais de seis meses para o novo capítulo na saga de Jason Bourne chegar aos cinemas, mas nem parece: o filme continua sem título e sem sinopse divulgada. Ou seja, não dá pra saber se teremos uma nova descoberta, um legado, um ultimato… Bem, vocês entenderam. O que já dá pra saber é que teremos de volta Matt Damon em um dos papeis que o consagrou, e ainda o diretor Paul Greengrass de volta ao comando. Ele assina também, ao lado de Damon e Christopher Rouse (Voo United 93, Capitão Phillips), o roteiro do novo filme. Se o trio conseguir trazer de volta as perseguições eletrizantes e lutas de perder o fôlego, uma das marcas da franquia (que, inclusive, influenciou outros agentes por aí – Bond, estamos falando com você), já estamos no lucro.