Tom Morello e Glenn Greenwald
Fotos: Stephanie Hahne / TMDQA! e Wikimedia Commons
 

Hoje mais cedo um caso pra lá de desagradável aconteceu nos estúdios da rádio Jovem Pan com os jornalistas Glenn Greenwald e Augusto Nunes.

Durante participação no programa “Pânico”, Glenn questionou a postura de Nunes, que havia dito em outra ocasião que faria ele e seu marido, o deputado federal David Miranda, não teriam tempo para cuidar dos seus filhos adotivos, então um juiz de família deveria “verificar” essa situação.

Após a pergunta de Greenwald para Augusto sobre o assunto, o segundo disse que Glenn não sabia interpretar uma ironia, ou um “ataque bem-humorado” e que havia dito isso porque David está o tempo todo em Brasília e seu companheiro “está o tempo todo lidando com material roubado”.

A partir daí a coisa esquentou, Glenn passou a chamar Augusto Nunes de covarde e esse o agrediu fisicamente, quando então o programa foi interrompido, como você pode ver logo abaixo por volta da marca de 2 minutos e 30 segundos.

 

Resposta de Tom Morello

Há alguns minutos, o guitarrista do Rage Against The Machine, Tom Morello, se manifestou a respeito do assunto em sua conta no Twitter e falou:

Meu amigo e um dos jornalistas mais inteligentes, profundos e bravos do mundo, Glenn Greenwald, foi atacado fisicamente e xingado com gírias homofóbicas durante uma entrevista no Brasil. #AugustoNunesCovarde

Rage Against The Machine

Vale lembrar que a banda anunciou sua reunião há poucos dias e, como nós dissemos aqui, deve vir ao Brasil em 2020.