Social Distortion
Foto: Danny Clinch
 

Enquanto celebra seus excelentes 40 anos de história, a lendária banda californiana de punk rock Social Distortion apresenta mais um belo motivo para que as comemorações se estendam até 2020.

No começo deste ano, Mike Ness e companhia fecharam um acordo com a Concord Music Publishing, empresa de publicação de músicas, ampliando as expectativas para notícias sobre o próximo álbum da banda.

Agora, Ness, vocalista, guitarrista, compositor e fundador do grupo, divulgou que planeja gravar o tão aguardado sucessor do excepcional Hard Times and Nursery Rhymes, lançado há longínquos 8 anos, em Janeiro.

O álbum entrará em pré-produção em breve, conforme o próprio contou ao OC Register:

Estamos programados para entrar em estúdio em Janeiro. Mas depois desse show de Outubro, nós vamos voltar à pré-produção e a boa notícia é que, nos últimos 15 anos, há músicas que não foram usadas, mas que parecem que acabaram de ser escritas; há músicas novas também e acho que temos 23 canções agora. Eu tenho que passar por elas e escolher as 12 melhores ou as que funcionam melhor juntas.

O show em questão ocorreu no último sábado (26) e foi especialíssimo, já que o Social Distortion comemorou seus 40 anos ao lado de amigos. O lineup invejável contou com Joan Jett & The Blackhearts, The Distillers, The Kills, Frank Turner, Eagles of Death Metal, Black Lips, Plague Vendor, Bully e Mannequin Pussy.

Veja como foi:

E as boas notícias não acabam por aí! Mike Ness pretende surpreender os fãs com dois álbuns:

A outra boa notícia é que podemos chocar a todos e lançar dois discos em dois anos. As pessoas não vão saber como agir.

O que se sabe sobre o novo álbum do Social Distortion

O oitavo disco de estúdio dos californianos verá a luz do dia através da gravadora Epitaph.

Em entrevista concedida em Março de 2017, Ness disse que já tinha 20 músicas prontas do Social Distortion e que as influências estavam surgindo desde o garage punk até a música gospel.

Saiba mais aqui.

Só vem, novo álbum! \o/