Corey Taylor, do Slipknot, no Rock In Rio (Foto por Lucas Dumphreys para o TMDQA!)
Foto via TMDQA!
 

Corey Taylor não mediu palavras para falar a respeito do Presidente dos EUA, Donald Trump.

Em uma nova entrevista para o Fader, ele falou poucas e boas a respeito do cara e seus eleitores, dizendo que “serão necessários 20 anos para desfazer metade das merdas que ele já fez ao país”.

Ao falar sobre como se sente em relação a Trump, o vocalista do Slipknot disse:

Eu tive que recomeçar meu livro America 51 duas vezes por causa do que aconteceu. Eu não conseguia acreditar que as pessoas iriam votar em um imbecil do caralho como ele. Isso é o que mais me incomoda.

Você pode chamá-lo de racista, egocêntrico ou um tirano, ou todas essas merdas: ele é um imbecil, e as pessoas que votaram nele? Imbecis do caralho também. Não importa o motivo para terem votado nele, seja porque são racistas ou querem dinheiro.

Eles fizeram mais para nos atrasar globalmente do que qualquer pessoa que já vi na vida – e olha que eu sou uma pessoa que escreveu uma música inteira sobre George W. Bush! Esse cara [Trump]… Precisaremos de 20 anos para desfazer metade das merdas que ele já fez.

Honestamente, minha opinião vem do ponto de vista dos fãs. A maioria dos nossos fãs são pessoas de cor, são de diferentes países, falam línguas diferentes, amam pessoas diferentes.

Eu não quero que os meus fãs sejam assassinados. Não quero que os meus filhos sejam assassinados.

E a pior coisa é que isso tudo encorajou o racismo. E as pessoas podem falar sobre isso e brigar comigo sobre isso o quanto quiserem. Eu disse no meu livro. Estou vendo agora. Por que você acha que na letra de ‘All Out Life’ eu disse, ‘Estou cansado de estar certo sobre tudo que eu disse?’ É porque eu estou. E é uma merda.

LEIA TAMBÉM: nova fase – Corey Taylor diz que irá lançar um disco solo

     
 
Compartilhar