Noel Gallagher e Taylor Swift
Fotos: Wikimedia Commons
 

Quando achávamos que Noel Gallagher estava mais calmo e havia deixado o espírito “treteiro” para seu irmão, Liam, ele nos surpreende novamente.

O ex-Oasis falou poucas e boas em entrevista recente com o portal Variety, incluindo sua opinião sobre a briga entre Taylor Swift e Scooter Braun. A cantora está em pé de guerra com o famoso empresário do ramo musical por conta de seu catálogo de canções — Braun comprou a antiga gravadora de Swift, algo que ela estava tentando fazer há anos.

A discussão dividiu o mundo da música entre quem apoia Taylor e quem apoia Scooter, mas não Noel Gallagher. O cara tem uma opinião bem neutra sobre a treta.

Você não é dono das suas próprias merdas, e é por isso que quando eu finalmente saí do Oasis, eu abri minha própria gravadora, porque eu queria ser dono de tudo. Mas eu sei da história da Taylor Swift e de um idiota chamado Scooter. Scooter? É esse seu nome verdadeiro? [Noel usa um sotaque de surfista americano] ‘Scooter, porra de Scooter.’ Ah, eu não sou fã da Taylor Swift. Mas sou menos fã ainda do Scooter Brown ou sei lá que caralho é o nome dele. Eles são apenas idiotas americanos. O que, realmente, me faria sentir uma puta vergonha, se fosse eles.

Tá bom? Então tá bom.

É claro que Noel aproveitou para meter o pau em seu irmão mais novo, Liam, e citar a recente briga entre os dois. Como te contamos por aqui, Noel expôs uma mensagem do irmão para sua filha, Anaïs, onde ele ameaça a mãe da garota.

Ele ainda detonou o novo documentário do irmão, para o qual Liam pediu autorização para usar músicas do Oasis. Leia:

Se algum babaca de merda vai fazer um filme me xingando, xingando a minha esposa, depois de trollar meus filhos na Internet, depois de ser um misógino e machista sujo de bosta que não consegue calar a porra da boca no Twitter, e depois ainda vem me pedir um favor, eu digo, ‘Nossa, você realmente é tão burro quanto parece.’ Eu não ligo pra música que você coloca no seu filme; você não vai colocar nenhuma das minhas. É tipo, ‘Posso te pedir um favor?’ ‘Não, você não pode, vai se foder.’ Você não vai usar minhas músicas no seu filme de merda.

Vixe.